Guarda Municipal luta pela proteção da fauna e flora de Várzea Paulista

Casa Civil - Destaques

Policiais evitam incêndios, salvam animais e conscientizam a população

A Guarda Ambiental de Várzea Paulista realiza atividades diversas dedicadas à preservação do meio ambiente da cidade, para proteger a fauna e a flora locais e conscientizar os moradores. Os procedimentos mais comuns, praticados desde 2002, são a destruição de focos de incêndio, resgate de animais silvestres e palestras em empresas e escolas, a fim de transmitir valores ambientais e cívicos importantes à sociedade civil.

De acordo com Pedro Eli Cunha, coordenador da Guarda Ambiental, uma situação bem comum é a presença, nas residências varzinas, de animais que saem das áreas verdes do município (em especial a Serra do Mursa). Segundo ele, já houve pedido de apreensão de cobras, gambás e até de um furão em uma avenida do município, entre outros. A maioria das cobras não é peçonhenta e não apresenta risco algum aos moradores. “Hoje em dia, digo até que é um privilégio termos a presença de uma cobra, já que elas têm sido raras, sobretudo as corais falsas, que se assemelham às peçonhentas mas não o são”, pondera.

O coordenador ressalta a importância de não agredir ou tentar matar os animais. Nesses casos, deve-se sempre contatar a Guarda Municipal, que detém conhecimento e ferramentas apropriadas. “O mal que se faz a um animal reflete no outro, que depende dele, na cadeia alimentar”, explica.

A população varzina, de acordo com ele, não costuma agredir os animais estranhos e quase sempre contata a Guarda Ambiental. Muitas vezes, contudo, há necessidade de levar o animal para tratamento. “Recolhemos pássaros feridos, por exemplo, que são aves em cativeiro ou que não estão habituadas ao espaço urbano e se cortam em linhas de pipa com cortante ou vidro”, destaca.

Em algumas ocasiões é preciso desfazer inícios de incêndio, provocados, segundo Eli, por algumas práticas religiosas ou mesmo balões, que caem nas áreas verdes. “Já retiramos muitos balões da Serra do Mursa”, explica.

Este ano, a Guarda Ambiental palestrou em empresas e escolas varzinas. Em uma delas, histórica, a Indústria de Parafusos Carclav, a produção parou por duas horas. “Ensinamos, entre outras coisas, a procederem caso apareçam animais exóticos, na empresa”, explica. Também são organizadas visitas de crianças à Serra do Mursa, nas quais os GM orientam os varzinos a não jogarem lixo e cuidam de sua segurança.

Nos dois anos à frente da Guarda Ambiental, Eli ressalta que houve cursos de capacitação dos policiais, além de avanço em compras de ferramentas. Recentemente, ele e seus comandados participaram de um curso com o Corpo de Bombeiros de Jundiaí, a fim de criar corpos de combate ao incêndio em várias cidades. “O curso foi bom e nos ajudou muito”, afirma.

O trabalho é levado a sério pelos componentes da Guarda Ambiental. Muitos deles, inclusive, possuem graduação na área de meio ambiente. “São muito comprometidos e gostam do que fazem”, destaca Eli.

Um deles é José Ivaldo de Góis, que compõe o grupo há 4 anos. Ele ressalta que a principal dificuldade é conscientizar a população dos valores e legislação ambientais existentes, o que se dá com sucesso em Várzea, mas falta em outras cidades. “Já houve casos em que tivemos de orientar moradores que vieram de outras regiões do país, por não saberem da existência de algumas leis ambientais” – frisa – “é ruim para o meio ambiente e a pessoa pode até responder legalmente”.

A satisfação de executar o trabalho corretamente motiva os guardas a labutarem de forma cada vez melhor. “Quando consigo ter êxito na demanda a que sou chamado, me motivo muito”, destaca.

O trabalho tem avançado muito, segundo Eli, mas sempre há espaço para crescimento. “Vamos ter uma caminhonete, provavelmente até março do ano que vem, para transporte de animais e pretendemos expandir nossa carga horária para 24 horas”.

Para solicitar palestras ou registrar ocorrências com a Guarda Ambiental basta entrar em contato com o órgão pelos telefones 4596-7744 e 08007700811 (recebe ligação de todo lugar do Brasil), das 7h às 19h.