Canalização parcial do córrego da Rua Ilha Bela tem início

Obras - Destaques

Aduelas anteriores, com vazão bem menor, estão sendo substituídas por novos canais de concreto; objetivo é acabar com alagamentos no local

 

 

Na última segunda-feira (6), teve início a substituição das aduelas da jusante do córrego da Rua Ilha Bela, da Vila Real (ponto em que as águas do ribeiro se encontram com as do Rio Jundiaí). Os canais de concreto já existentes, para escoamento das águas das chuvas – que ficam sob a Avenida Marginal do Rio Jundiaí, têm uma área aproximadamente quatro vezes menor que as novas aduelas, em assentamento nesta semana. O objetivo da obra é garantir o fluxo aquático normal, mesmo com o aumento do volume, em razão das chuvas, para que não aconteça mais nenhum tipo de alagamento.

 

Cada uma das aduelas que comporão as duas fileiras previstas terá 4 m de largura por 1,5 m de altura, de forma que o volume de água que poderá ser escoado será bem maior do que o máximo possível, com os canais já existentes. “As aduelas que existem hoje são subdimensionadas, ou seja, são menores do que deveriam ser para receber toda a água que vêm do restante do bairro. Vamos aplicar a canalização fechada até a altura da Rua Capivari e, depois de lá, será feita a canalização aberta. Ao final desse trabalho, terá fim o problema de enchentes na Vila Real”, explica o secretário de Infraestrutura Urbana, Renato Germano.

 

O tempo estimado para a conclusão dessa etapa da canalização do córrego é de 12 meses.

 

 

Diversas intervenções

 

Além da obra no córrego, também está tendo início o trabalho de drenagem em duas vias: Avenida Tabani e Travessa Franca. Na primeira etapa das obras de pavimentação do bairro, outras quatro Ruas também receberão o asfalto: Franca, Campo Mourão, Flórida, e Cardeal, nessa ordem. O tempo previsto para o cumprimento dessa etapa é de cinco meses.

 

 

Transformação histórica

 

Os trabalhos que têm início no bairro são fruto de um contrato assinado com a empresa Jofege, custeado com recursos municipais e federais, para a execução de diversas intervenções de reurbanização.