Prefeitura analisa projeto de moradia popular

Obras - Destaques
Entidade apresentou projeto para construir mais de 800 apartamentos em Várzea Paulista
 
Na última quarta-feira (1º), o secretário de Obras de Várzea Paulista, Josué Santana recebeu representantes da Construtora Faleiros, de São Paulo, que buscam a liberação para a construção de um empreendimento imobiliário no bairro Jardim São Paulo, região Norte do município.
               
De acordo com a empresa, os imóveis se enquadram no Projeto de Interesse Social, dentro da Faixa 1, do Programa Minha Casa, Minha Vida, voltado para pessoas com faixa salarial de 0 a R$ 1.600.
               
Segundo Josué, a prefeitura vai realizar a analise técnica, o impacto ambiental e a viabilidade do projeto no município. O gestor explica que o empreendimento atende a demanda por habitação da cidade, que segundo o Censo de 2011, era de 4 mil moradias. “Desta demanda, 60% do grupo se enquadra no projeto”, informa o secretário.
               
O representante da Construtora Faleiros, Osvaldo Pierucehi, informa o investimento será de R$ 84 milhões, que conta com verba Estadual e Federal. “O empreendimento é todo planejado, voltado para oferecer uma moradia de qualidade à população da cidade”, diz.
 
               
O empreendimento
 
O intuito da empresa é construir três condomínios. Dois com 15 torres e um com 9 torres, totalizando 816 apartamentos, construídos em uma área total de 80 mil m². Cada bloco terá cinco andares, sem elevador. Todos os condomínios terão portaria, quadra esportiva, salão de festas e playground.
Os apartamentos terão 48,6 m², compostos por dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Todos adaptados com acessibilidade para pessoas com deficiência física. O valor aproximado de cada unidade será de R$ 100 mil.
               
Para aderir ao programa será necessário que os interessados morem há mais de um ano em Várzea Paulista e residam atualmente em submoradias, áreas de proteção ou de risco.