Escolas municipais começam a receber mais de R$ 7,5 milhões em obras de melhoria

Destaques Educação - Destaques Infraestrutura - Destaques Notícias

Trabalhos, que incluem coberturas, reformas e outras intervenções, estão distribuídos em doze unidades escolares de Várzea Paulista

Doze Cemebs (Centros Municipais de Educação Básica) de Várzea Paulista vão receber, até o final do próximo semestre, R$ 7.510.936,75 em investimentos estruturais, anunciados oficialmente pela Prefeitura na manhã desta terça-feira (7), no Espaço Cidadania. São intervenções como reformas, instalação de novas telhas e colocação de piso emborrachado, gerenciadas pela Unidade Gestora Municipal de Infraestrutura Urbana e decididas após amplo diálogo com profissionais das escolas e a própria comunidade escolar.

“Ações de manutenção e desenvolvimento do ensino, como as que estamos apresentando hoje, deixam os espaços estruturados e esteticamente agradáveis, o que os mais torna convidativos e acolhedores. Essa é uma das propostas da aprendizagem”, afirmou a gestora municipal de Educação, Magali Souza.

Confira as benfeitorias em cada uma das unidades contempladas:

Cemebs Erich Becker (Cidade Nova II), Prof.ª Juvelita Pereira da Silva (Vila Real) e São Miguel Arcanjo (Jardim América IV)

Serviços: novas coberturas, com telhas sanduíche (duas camadas de zinco e isopor), que são resistentes. O investimento é maior que o feito em telhados comuns, mas gera economia por serem necessárias bem menos manutenções.

Investimento: R$ 1.702.320,08.

Cemeb Erich Becker

Serviços: reformas externa e interna, esperadas há bastante tempo, que incluirão reforma da quadra, piso emborrachado, mais seguro e higiênico e retirada do espaço de grama (demanda muita manutenção).

Investimento: R$ 1.414.544,60.

Cemeb Prof.ª Beatriz de Oliveira Campos (Vila Santa Terezinha)

Serviços: reforma externa, com instalação de piso emborrachado.

Investimento: R$ 198.721,64.

Cemeb São Miguel Arcanjo

Serviços: reformas interna e externa e fechamento do muro.

Investimento: R$ 1.202.408,67.

Cemeb Prof.ª Juvelita Pereira da Silva

Serviços: reformas interna e externa.

Investimento: R$ 523.965,81.

Cemeb Jovino Cosme Ubaldo (Jardim Diana)

Serviços: reforma externa.

Investimento: R$ 202.891,47.

Cemeb Carlos de Almeida (Jardim Promeca)

Serviços: reforma externa.

Investimento: R$ 553.902,63.

Cemeb Manoel Caetano de Almeida (Residencial Alexandria)

Serviços: reforma externa.

Investimento: R$ 466.321,76.

Cemeb Vinícius de Moraes (Jardim Mirante)

Serviços: reforma externa.

Investimento: R$ 212.296,12.

Cemeb Águida Aparecida Savietto Jorge (Jardim Paulista)

Serviços: reforma externa, que dará maior segurança a profissionais e alunos.

Investimento: R$ 279.015,35.

Cemeb Proinfância Antônio Bueno (Jardim Paulista)

Serviços: reforma externa, construção de casa do caseiro e muro (que substituirá alambrado existente).

Investimento: R$ 468.944,81.

Cemeb Zilda Arns (Jardim América IV)

Serviços: reforma externa.

Investimento: R$ 259.615,45.

Cemeb Juvenal Cândido da Silva (Jardim Buriti)

Serviços: obras para o fechamento (já concluídas).

Investimento: R$ 25.998,36.

Prefeito enaltece momento histórico

O prefeito de Várzea Paulista, professor Rodolfo Braga, enalteceu que o volume de investimentos feito de uma só vez em escolas municipais da cidade é histórico. O gestor foi uma das autoridades presentes na apresentação oficial do pacote de melhorias para diretores e diretoras, membros das APMs (Associações de Pais e Mestres) de escolas envolvidas e representantes dos Conselhos Municipal de Educação e Municipal do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

“A educação é a base da formação humana. É um prazer estar neste momento para entregar esse pacote de obras de infraestrutura. É importante promover o bem-estar de profissionais de educação e alunos, dentro do principal desafio de nossa administração: construiu uma gestão humanizada e acolhedora”, declarou o mandatário.

Todos os investimentos feitos, em andamento e ainda não executados serão viabilizados por recursos do Fundo Municipal de Educação (cofres municipais) e do Fundeb (recursos federais, estaduais e municipais).

O gestor municipal de Infraestrutura Urbana, Renato Germano, destacou a preocupação de estabelecer marcas nas escolas, como o piso emborrachado, que traz vantagens como a maior segurança, higiene e menor necessidade de fazer trabalhos de manutenção. O administrador também passou uma mensagem aos profissionais de educação presentes. “Sabemos que as obras mexem com o dia a dia das escolas. Peço a compreensão de todos. Estamos fazendo tudo para que isso possa ocorrer o mais rápido possível e possamos finalizar as obras dentro do prazo esperado”.

O vice-prefeito Fernando Pasqualino também prestigiou o evento.