Governo Estadual encerra restrições de horários e público da quarentena

Casa Civil - Destaques Destaques Notícias

Uso de máscara ainda é obrigatório e há recomendação para evitar aglomerações. Torcida em estádios e shows com público em pé devem ser liberados em novembro

Desde terça-feira (17), estabelecimentos comerciais e serviços de todos os setores econômicos não terão mais limite de horário e nem de capacidade de ocupação de público. Há apenas a recomendação para que aglomerações sejam evitadas e o uso da máscara continua obrigatório.

Também estão liberados os eventos sociais, culturais e as feiras corporativas com controle de público. Continuam proibidos apenas shows com público em pé, pistas de dança e torcida em estádios de futebol, que devem ser autorizados em 1º de novembro.

A Prefeitura de Várzea Paulista, como sempre fez, acompanha as medidas do Plano São Paulo, organizadas pelo Governo Estadual.

O que volta a funcionar sem restrição de horário?

  • Restaurantes, bares, cafés e lanchonetes;
  • Lojas, shoppings, galerias e outros comércios não essenciais;
  • Salões de beleza, barbearias e clínicas de estética;
  • Museus, cinemas, teatros e shows com público sentado;
  • Academias de ginástica, clubes e centros esportivos.
  • Serviços essenciais como supermercados, postos de gasolina, bancos e farmácias já estavam autorizados a operar em qualquer horário.

O que continua proibido?

  • Shows com público em pé;
  • Pistas de dança;
  • Torcida em estádios.

O uso da máscara ainda é obrigatório?

Sim. O uso da máscara continua sendo obrigatório no estado de São Paulo em todos os ambientes. A gestão estadual também recomenda que o distanciamento social e os protocolos de higiene sejam mantidos.

É permitido circular à noite?

Sim. A restrição de circulação noturna (“toque de restrição”), que valia das 23h às 5h, foi suspensa em 1º de agosto em todo o estado.