Várzea Paulista ganha novos recapeamentos, escadão, calçamento e trabalhos de drenagem

Sem categoria

Vias do Parque Guarani, Vila Jerivá e Vila Santa Terezinha são contempladas com várias ações estruturais

O amplo pacote de trabalhos de infraestrutura em diversos pontos de Várzea Paulista, atual fase do programa Novos Caminhos custeada por linha de crédito federal, tem contemplado diversos locais nos últimos dias, garantindo melhores condições estruturais aos espaços. O trecho entre as Ruas Itaguá (que acabou de receber asfalto novo), Parque Guarani, e José Rabelo Portela, que antes tinha um trevinho em um barranco, está ganhando um escadão e outros trabalhos próximos. As Ruas da Figueira (foto abaixo), José Agostinho Fioresi e trecho da Rua dos Fioresi, todas da Vila Jerivá receberam asfalto novo. A Rua Maria Auxiliadora da Vila Santa Terezinha foi outra que recebeu recape.

Ao final do escadão, uma calçada nova de aproximadamente 435 metros lineares na José Rabelo Portela está prestes a ser concluída. O ponto também recebeu trabalhos recentes de drenagem, para escoamento de água das chuvas.

À parte, com recursos próprios da Prefeitura, outra empresa fez, nos últimos dias, trabalhos de drenagem em toda a Rua José Agostinho Fioresi e no trecho da Rua dos Fioresi que recebeu asfalto novo, demandas antigas da população.

População reconhece trabalho

Cleusa Duarte, 52 anos, pede o escadão, quase concluído, entre as Ruas Itaguá, do Parque Guarani, e José Rabelo Portela — concluído nos últimos dias —, há quase 20 anos. Nascida na capital paulista, mora em Várzea Paulista, na mesma via, bem em frente ao que era um barranco há 21 anos com a família. A varzina viu o marido sofrer um acidente de bicicleta no local que existia antes do escadão, no começo dos anos 2000, e, desde então, busca na Prefeitura a tão sonhada melhoria. Chegou a ver muitos idosos também caírem ali. “Após eu ter conquistado a lombada que pedi, feita pela gestão anterior à de Juvenal Rossi, continuei a lembrar ao pessoal da atual gestão, sempre que via qualquer obra aqui perto, a necessidade do escadão. O ex-gestor municipal de Infraestrutura Urbana, Renato Germano, tomou as rédeas e me falou: ‘Vamos fazer, sim. Vai sair’. Quando eu comecei a ver a enxadada para ver o primeiro degrau, eu chorei e falei: ‘Meu Deus, eu não acredito que o senhor me deu oportunidade de ver o escadão sendo modelado”, relata a engajada munícipe.

Cleusa afirma ficar feliz por ter sido um canal de comunicação dessa demanda à gestão municipal, que atendeu a população local com a benfeitoria realizada, além do recapeamento da Rua Itaguá, calçamento na José Rabelo Potela, ao final do escadão, junto de vários trabalhos de drenagem não só nesse ponto mas em outros locais próximos, para evitar alagamentos. “É uma luta antiga que está sendo atendida, graças a este grupo, que teve o olhar para esta necessidade. Me sinto honrada por ter sido o caminho para isso ter acontecido. Os outros moradores talvez até tenham pedido essa melhoria também, mas eu insisti”, afirma. “Todos os moradores da rua estão muito contentes. Parabenizo o Renato Germano por ele ter feito todas as benfeitorias também pra nós aqui. A cidade está sendo renovada. Agradeço ao prefeito. E parabéns a todos os vereadores por terem aprovado a verba que viabilizou este trabalho!”, enaltece.

Ela também elogia varias outras obras feitas pela gestão municipal nos últimos anos e destaca as várias ações para tornar a cidade mais confortável . “Nunca vi esta cidade ser tão remexida, trabalhada no que não é visível, está abaixo do asfalto, mas é importante. Para resolver o problema de drenagem no ponto que fica ao final do escadão, tiveram que perfurar o solo e localizar o ponto em que deviam mexer. Trabalho maravilhoso e árduo, bacana, bem feito. Nossa cidade está cada dia mais linda, apresentável, confortável. Nosso asfalto ficou um tapete, assim como o acesso a outras ruas“, declara.

Cleusa, que promete continuar a lutar por melhorias, espera que a população zele pela conquista da comunidade local. A munícipe já foi conselheira tutelar e membro do CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social), que chegou a presidir por um mandato de dois anos, encerrado em 2019. Ela resume assim o motivo pelo qual luta por uma cidade cada vez melhor: “Várzea me acolheu. Amo esta cidade, gosto daqui. Ela me deu oportunidade de educar meus filhos com dignidade, ter meu imóvel, sair do aluguel”.

 Fernando Peralta, 41 anos, nasceu em Várzea Paulista e mora na Rua da Figueira há um ano e meio, com a esposa e três fihos. A via acaba de receber novo asfalto. O serviço é bastante elogiado pelo morador, que reformou a casa e calçada há quatro meses. “Quando cheguei aqui, o asfalto era rachado e com buracos. Agora ficou bom, porque evita poeira nas casas, sujeira. Os moradores até se animam para fazer a calçada, reformar a residência. A rua fica com uma cara melhor. Desta vez, o prefeito está de parabéns. Temos que saber elogiar também, porque não é fácil. Muita gente acha que é só chegar ao poder e fazer, mas existe todo um processo que leva tempo”, reconhece.

Reestruturação

As melhorias estão inclusas no grande conjunto de restaurações em execução na cidade, o maior de sua história, que prevê diversas melhorias, como recapeamentos e calçamento em 83 vias públicas da cidade. O investimento em todo o pacote é de R$ 15 milhões, oriundos do Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), linha de crédito da Caixa Econômica Federal, com ótimas condições de pagamento para o Município.