Várzea Paulista mais segura: Prefeitura encaminha ações

Casa Civil - Destaques

Para estruturar a área e aumentar a segurança na cidade, Prefeitura encaminha recriação de Secretaria de Segurança Pública Municipal e aguarda aprovação dos vereadores

 

A Prefeitura Municipal de Várzea Paulista pretende recriar a Unidade Gestora de Segurança Pública Municipal. Com essa iniciativa, a realização do concurso público nesse segundo semestre para contratação de mais guardas municipais, e ações de estruturação, será possível que um efetivo maior esteja à disposição para as atividades ostensivas. Dessa forma, os GCMs, que já realizam um excelente trabalho, poderão se dedicar mais ainda ao controle dos índices gerais de furto de veículos, residências, tráfico de drogas e zelo aos prédios públicos. A intensificação desses serviços prevenirá a depredação do patrimônio, principalmente em escolas, UBS (Unidades Básicas de Saúde) e áreas públicas, o grupamento também continuará a apoiar as operações contra os pancadões, fato amplamente apoiado pela população.

 

A nova pasta será responsável pelo Programa Várzea Paulista Mais Segura que engloba o Câmera Cidadã, cujo objetivo é ampliar em grande número a vigilância eletrônica da cidade; a Muralha Digital, que objetiva monitorar as principais acessos da cidade com reconhecimento de placas de veículos; a Vigilância Inteligente, que prevê a instalação de alarmes nos prédios públicos (UBS, escolas etc); e a Operação Bairro Seguro, que leva a GCM (Guarda Civil Municipal), em grandes operações, aos bairros. Tudo isso conferirá maior autonomia para a área de segurança e aumento da possibilidade de aquisição de verbas e convênios com os Governos Estadual e Federal, tal como o que está em tramitação para a troca de rádios comunicadores para viaturas da GCM.

 

 

Para não aumentar o número de Unidades Gestoras (Secretarias) a proposta prevê mudança do status da Ouvidoria e extinção de cargos. Essas e outras adequações na administração impedirão que seja gerado grande impacto financeiro. A recriação está alinhada com o Plano Nacional de Segurança Pública, que tem, dentre outros objetivos, fortalecer as ações de prevenção ao crime e à violência, sobretudo por meio de ações de reorganização urbanística e de defesa social e a redução de: homicídios e demais crimes violentos letais, todas as formas de violência contra mulher – em especial violência doméstica e sexual. A proposta será avaliada pelos vereadores da cidade em breve.