Proerd terá continuidade no próximo semestre, em Várzea Paulista

Casa Civil - Destaques

Cerca de 500 alunos municipais varzinos serão atendidos, ao longo da formação, no ano que vem

 

O prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi, o gestor municipal de Educação, Rodolfo Braga, e representantes da Polícia Militar definiram, na manhã desta terça-feira (6), que o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas) será realizado no primeiro semestre de 2020, em escolas municipais varzinas. O encontro foi realizado no gabinete do prefeito, no Paço Municipal. Cerca de 500 alunos do 5º ano do Ensino Fundamental serão contemplados. A administração municipal tem bastante interesse na continuidade do longevo programa — parceria entre PM, Prefeitura e comunidade escolar.

 

 

Para Rossi, que apoia muito o Proerd, é bastante importante atuar de forma preventiva, algo realizado por meio das ações do programa. “Se quisermos vencer essa guerra, teremos que combater esse uso junto a nossas crianças e adolescentes. É preciso trabalhar bem a prevenção, envolvendo famílias, igrejas, etc.. Meu sonho é fazer isso de forma tão massiva, que as crianças tenham aversão às drogas”, explicou o prefeito.

 

 

Participaram da reunião o capitão Febbo (à direita na foto abaixo) e o inspetor Brandão (à esquerda), que aplica as atividades do Proerd na região que abrange Várzea Paulista. O capitão cuida agora das atividades do programa. Ambos fazem parte da 3ª Companhia do 49º Batalhão da Polícia Militar. O comandante da GCM (Guarda Civil Municipal) de Várzea Paulista, Pedro Eli da Cunha, também esteve presente.

 

 

 

 

Sobre o Proerd

 

Existente desde 1993 no estado de São Paulo, o programa consiste em uma série de atividades realizadas nas escolas municipais, para ensinar aos estudantes como tomar decisões que lhes permitam uma vida saudável e segura, longe das drogas.