Cuidados com o meio ambiente não param: Ecoponto passa a receber gesso

Destaques

Material deve estar limpo e não pode estar misturado com outras substâncias

 

Empresas, prestadores de serviço e munícipes em geral contam agora com um espaço para o descarte de gesso, no Ecoponto de Várzea Paulista. O material deve ser levado limpo e puro (sem estar ligado a entulho ou outra substância) à baia visível no local (estrutura aberta de alvenaria), de segunda a sexta-feira, das 7 às 16 horas, e aos sábados, das 8 às 13 horas. “Com essa possibilidade, evitamos que o gesso seja deixado em áreas públicas e contamine o meio ambiente, inclusive os córregos da cidade, já que muitas vezes ele é jogado em locais próximos a esses cursos d’água”, explica o coordenador de Licenciamento Ambiental da Prefeitura.

 

É importante que o gesso acartonado (placas) seja levado separado de outras peças ou do material em pó. Não há quantidade máxima e a baia tem capacidade de armazenar cerca de 40 m³ de gesso.

 

A iniciativa, posta em prática desde o final de 2017, é resultante de uma parceria com uma empresa cimenteira, que recicla o material e o utiliza na produção do cimento. “Não está havendo custo ao município”.

 

Segundo o coordenador, o Ecoponto está tomando o cuidado de receber os materiais com potencial de reciclagem na cidade.

 

 

 

Trabalho sem interrupção para o almoço

 

Nos dias de funcionamento, os funcionários se revezam para que o Ecoponto receba os materiais, de forma ininterrupta. O espaço não fica aberto aos domingos e feriados.

 

Outros resíduos são recolhidos, como pisos, blocos, cerâmica, areia, vidro, metais, pneus, louças, reboco, móveis (desmontados), plástico, madeira, pallets, pontaletes, concreto, eletrônicos, telhas de cerâmica e eletrodomésticos. O volume máximo autorizado é de 1 m³.

 

O Ecoponto não recebe materiais como pilhas, colas, óleos, tintas, resinas, baterias, amianto, lâmpadas, lixo industrial, lixo hospitalar, lixo doméstico, materiais orgânicos e produtos químicos.

 

O serviço funciona na Rua Atroaris, s/n – no Jardim Continente -, junto à usina de asfalto da Prefeitura.