“Mini-guarda” é orgulho da corporação

Casa Civil - Destaques

Vitor quer ser guarda municipal e sonha em trabalhar com seu pai na viatura da Romu

 

 

É natural os filhos seguirem a profissão dos pais. Algumas vezes isso ocorre por comodismo dos filhos, por imposição dos pais ou mesmo por aptidão. Mas, ser fascinado pela profissão do pai, ainda mais quando se trata de uma profissão arriscada, é algo ainda mais raro. 

 

Mas, é justamente isso o que acontece com o garoto Vitor Gimenez Franco, filho do sub-inspetor GCM Franco, que faz parte da corporação de Várzea Paulista há mais de 25 anos. “Esse sentimento de admiração começou a surgir assim que ele começou a falar, pois me via de farda e isso o fascinava. Desde sempre ele diz que será um policial.” Disse Franco. “Ele é fã de seriados policiais e programas que mostram o trabalho da polícia e seus batalhões favoritos são o Bope – unidade especial do Rio de Janeiro – e a Romu, equipe tática móvel da Guarda Municipal de Várzea Paulista”. Completou o Franco.

 

A admiração do garoto pela GM é tão grande que ele até já aprendeu gestos tipicamente militares, como continência, posição de sentido e descanso, que ações de ordem unida, praticada em quartéis. “Meu sonho é ser policial e vou estudar para isso. É pena, mas acho que não vou conseguir trabalhar com meu pai na viatura da Romu, isso seria fantástico.” Disse Vitor. Apesar desse seu sonho é improvável que isso se realize, já que o sub-inspetor Franco se aposenta em aproximadamente cinco anos.

 

Esse amor e admiração pela GM também fez com que os policiais o adotassem como uma espécie de mascote, recebendo constantemente palavras de incentivo. “Quando a gente vê uma criança, que não tem maldade ou falsidade em seus sentimentos, demonstrando tamanha admiração pela corporação significa muitas coisas. Significa que essa espécie de sacerdócio segue firme, pois nosso trabalho ainda desperta o desejo nas crianças, significa também que nós continuamos sendo referência e, principalmente, significa que nosso trabalho vem sendo bem realizado.” Declarou o comandante da Guarda Civil Municipal, Pedro Eli da Cunha. “Estamos no caminho certo. Isso nos motiva ainda mais.” Completou.