Guarda Ambiental inaugura sede

Casa Civil - Destaques

Posto de Atendimento Ambiental fica no Clube de Campo da Cica, no bairro do Mursa

Na última sexta-feira (14), foi inaugurada a sede da Guarda Civil Municipal Ambiental de Várzea Paulista. O Posto de Atendimento Ambiental está localizado no Clube de Campo da Cica, no Sítio do Mursa, um ponto estratégico para atender a demanda ambiental da cidade.

De acordo com o comandante da corporação, Pedro Eli, a medida foi tomada para atender o município em ocorrências como incêndios e retiradas de enxames; e, sobretudo, para proteger e fiscalizar as áreas rurais.

“A sede está localizada estrategicamente para atender as demandas ambientais e desenvolver projetos para a educação ambiental com os alunos de Várzea Paulista”, explica.

O prefeito Juvenal Rossi visitou a instalação e parabenizou a equipe pela iniciativa. “Nossa equipe tem entendido a sua importância, se destacado no desenvolvimento de projetos, e assim, mudando para melhor a história de Várzea Paulista”, afirmou.

Rossi também agradeceu a parceria com o Clube de Campo da Cica e a empresa Plasinco, responsável pela reforma do imóvel.

“Temos que valorizar as parcerias, que tanto têm beneficiado nossa cidade. O apoio da Plasinco foi significativo para o desenvolvimento desse trabalho”.

Ailton Amaral, supervisor de logística da empresa Plasinco, destacou que a parceria surgiu porque identificou nos Guardas Ambientais de Várzea Paulista pessoas comprometidas com o seu trabalho, que realizam suas ações por amor.

“Tenho certeza de que eles cuidarão da casa como se fosse deles. Nosso intuito é proporcionar um local adequado para os guardas, onde possam desenvolver seus projetos ambientais”, finaliza.

Guarda Ambiental

A sede da Guarda Civil Municipal Ambiental de Várzea Paulista possui vestiário, banheiro, sala de coordenadoria, refeitório, sala de projetos, de espera e de encarregados. Futuramente, uma biblioteca será montada no local.

Funcionamento 24 horas

Desde o início do mês, a Guarda Ambiental está trabalhando 24 horas por dia, de segunda a segunda. Antes, a escolta era diurna, das 7 às 19 horas, todos os dias. O objetivo é a intensificação do atendimento às ocorrências.