Novos conselheiros tutelares tomam posse

Notícias
 
1ª titular e cinco suplentes eleitos em setembro recebem certificados e palavras de incentivo de autoridades
 
Topmatéria novos conselheiros1
 
O prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi, formalizou, na tarde da última sexta-feira (7), em seu gabinete, a posse dos novos seis conselheiros tutelares – uma titular (Cleunice da Silva) e cinco suplentes -, eleitos em 25 de setembro para atuarem no quadriênio 2016-2019. Além da assinatura do termo de posse, o encontro também teve espaço para palavras de incentivo das autoridades e entrega de certificados aos membros recém-empossados presentes.
           
Rossi deu as boas vindas aos conselheiros, fez questão de enaltecer o trabalho realizado pelo Conselho Tutelar e deixou claro que a Prefeitura está à disposição para ajudar. “Hoje, a cidade apresenta a necessidade da existência desse órgão, já que algumas famílias, talvez por não terem sido constituídas da maneira adequada, não sabem como lidar com os filhos. Se não houvesse esse mecanismo, como seria a vida dessas pessoas que se encontram em situações em razão das quais não sabem a quem recorrer?”, refletiu.
           
A vice-presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), Carmen Matias, enalteceu o alto nível do processo seletivo dos munícipes que se candidataram às vagas preenchidas em setembro. “A tarefa de vocês, no dia-a-dia, não é fácil, e chegar a ser eleito também não é. São muitas etapas de seleção realizadas, haja vista que o trabalho que desempenharão é de suma importância”, elogiou.
           
A gestora também destacou o trabalho que acompanhou, desempenhado pelo Conselho Tutelar, em parceria com escolas que oferecem o Ensino Médio, na cidade. “Trata-se de um serviço muito necessário, em razão da idade desses jovens. As famílias, muitas vezes, não sabem como proceder com esses familiares que se rebelam e as escolas têm um alcance limitado, nesse sentido. A parceria do Conselho com essas instituições e os familiares é importante”, explicou.
Equipe reforçada
            
Cleunice Pinheiro da Silva, que já foi conselheira tutelar em Várzea Paulista, entre 2004 e 2011, possui vasta experiência em trabalhos com a comunidade do bairro Parque Guarani II, inclusive em pastorais sociais. Graduada em serviço social, ela conta que sua primeira atuação no órgão a motivou a disputar o certame encerrado no final do mês passado. Neste momento, a conselheira eleita quer se inteirar do atual quadro vivenciado pelo órgão, para, possivelmente, colaborar para a implantação de projetos voltados à criança e ao adolescente. “Meu foco, neste momento, é exatamente o do Conselho Tutelar em si: proteger esses jovens e garantir seus direitos”, revelou.
           
Com a última eleição realizada, o equipamento passa a contar com cinco conselheiros tutelares e cinco suplentes, que poderão atuar, se necessário, até o final de 2019: Márcia Cristina de Oliveira, Rubens Pereira da Silva, Fernanda Meireles Ferreira, Marizilda Silva Bueno e Talita Fernandes Gasparetto Silva.
 
Cuidado especial
 
O prefeito Juvenal Rossi também evidenciou que, ao longo de seu novo governo, pretende dar ainda mais estrutura para cuidar dos jovens da cidade em situação de risco social, como um centro de recuperação para dependentes químicos, por exemplo. “A Prefeitura já investe aproximadamente R$ 96 mil, por mês, para ajudar a custear a manutenção da casa transitória da Associação Sítio Agar (inaugurada recentemente, na cidade)”.