Várzea Paulista gera mais de 430 empregos

Desenvolvimento Econômico - Destaques
Três empreendimentos optaram pela cidade nos últimos meses – supermercado atacadista Alta Rotação, Boa Supermercados e empresa de logística Cesari
 
Em meio à crise nacional, Várzea Paulista está gerando empregos para a população. Nos últimos meses, foram confirmadas as chegadas de três novos grandes empreendimentos à cidade, que vão gerar, juntos, mais de 430 postos de trabalho. Os feitos garantem a perspectiva de avanços econômicos à cidade. “Várzea Paulista tem um viés de esperança, vai ficar melhor”, vislumbra o prefeito Juvenal Rossi.
 
Novo atacadista
 
O supermercado atacadista Alta Rotação está em funcionamento na Avenida Sorocaba, Jardim Paulista, desde dezembro do ano passado, gerando 120 empregos diretos. De acordo com Edilberto Vieira, gerente Administrativo-Financeiro do atacadista, a escolha por instalar uma unidade do Alta Rotação em Várzea Paulista foi devida ao desenvolvimento da região. “Os proprietários conhecem a cidade e sabem de seu potencial”, diz. “Esperamos que a população aproveite os nossos serviços”, conclui. 
 
O prefeito parabenizou os empreendedores e falou sobre a importância de novas empresas se instalarem na cidade. “Várzea Paulista tem mão de obra qualificada e consumidores com bom poder aquisitivo”, comenta. “Todo empreendimento que gere empregos é muito bem vindo”, afirmou Juvenal.    
 
Gigante da logística
 
As obras de instalação da empresa Ceslog, do grupo Cesari Complexo Logístico estão a todo vapor, no bairro Ponte Seca. A vinda da grande empresa de logística, que deverá se instalar definitivamente na cidade em abril, vai gerar mais de 100 empregos para Várzea Paulista. 
 
O gerente de obras responsável pelo empreendimento, Fernando Latrova, destaca o respaldo dado pelo poder público municipal, para a rápida viabilização de toda a documentação. “Tudo já foi liberado”, relatou. “A Prefeitura tem colaborado muito. Se todas as prefeituras fossem assim, seria bom”, reconheceu.
 
Algo também destacado pelos técnicos da empresa foi o conhecimento do projeto do Viaduto da Ponte Seca, que facilitará o transporte das cargas, sem sobrecarregar o centro da cidade. Uma outra intervenção será o asfaltamento e colocação de guias, nos próximos dias, em um trecho da Rua Manoel Dias Ruivo, uma das vias de acesso à construção da Prefeitura. “Vamos asfaltar a via, vislumbrando o acesso pelo Viaduto da Ponte Seca”, explicou.
 
O prefeito Juvenal Rossi também deixou clara a importância da iminente construção do novo viaduto para a viabilização dos novos serviços prestados pela empresa vindoura. A nova via evitará a necessidade futura de realizar uma série de intervenções para garantir a segurança do transporte de cargas químicas, pela Avenida Duque de Caxias. “Esse viaduto é o que vai atrair e fomentar novos investimentos”, projetou.
 
Dentro desse contexto de reorganização da malha viária, a chegada de um novo empreendimento à cidade, com o aumento da oferta de empregos, faz-se relevante, segundo Rossi. “O que nós estamos tentando fazer é dar um novo rumo para a cidade. Por esse motivo, é tão importante a vinda dessa empresa”.
 
Mais um grande supermercado na cidade
 
A construção de uma loja da rede Boa Supermercados está na fase de acabamento, para que a unidade seja inaugurada em março, no centro da cidade e gere 210 empregos diretos. Os trabalhos estão na fase de acabamento, além de pequenos reparos, como a finalização de uma parede interna. Além do piso térreo, a edificação contará com um primeiro andar, utilizado para os serviços administrativos, além de outros espaços, como banheiros.
 
O prefeito Juvenal Rossi destaca que a Prefeitura fará o possível para viabilizar a inauguração do novo estabelecimento. Como acesso ao supermercado, haverá uma nova via, paralela à Avenida Bertioga. Segundo o secretário de Obras, Josué Santana, a obra inclui a pavimentação de 400 metros lineares, além de guias e um gramado entre a pista e o Córrego Bertioga. O parque linear permitirá que as águas da chuva sejam melhor absorvidas pelo solo local.
 
O prefeito pondera que a vinda do novo estabelecimento representa um importante avanço para a cidade. O município deverá sempre valorizar iniciativas como essa. “É necessário incentivar esse tipo de empreendimento”.
 
Para a diretora administrativa da rede de supermercados, Nádia Gaspar, a grandeza da cidade e a localização do novo espaço, no centro da cidade, foram fundamentais para a opção por Várzea Paulista. “A cidade tem se destacado. A gente tem recebido muitos clientes e colaboradores. Percebemos que havia uma demanda que precisava ser atendida. Também identificamos uma ótima oportunidade, já que se trata de um ponto estratégico, de fácil acesso e com visibilidade. Isso, para um supermercado, é muito significativo”, explicou.
 
Cenário atual
 
Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto Datafolha, em novembro de 2015, o desemprego é o terceiro maior problema do país, segundo 10% dos entrevistados. Apesar da atual situação financeira crítica, Várzea Paulista dá sinais de que está no caminho certo na geração de empregos.