Estudantes recebem prêmio do concurso “Jovem Inventor”

Educação - Destaques
Ideias inovadoras para redução e uso consciente da água foram tema dos projetos
 
 
Na última quinta (10) a Secretaria de Educação, Cultura, Esportes e Lazer fez a premiação dos projetos vencedores do concurso “Jovem Inventor”. O concurso contou com a participação de jovens da rede municipal e estadual, que criaram projetos e alternativas inovadoras de combate ao desperdício de água e ao uso consciente. Com o tema “Sustentabilidade – Ideias Inovadoras” os alunos desenvolveram propostas para preservação desse recurso tão importante.
 
Com o envolvimento de estudantes de toda cidade o resultado já é percebido. “Houve uma economia de água nas escolas, foi um trabalho conjunto que trouxe um benefício para toda a cidade, e esperamos que seja apenas o começo” conta Vani de Paula Martins, coordenadora de Projetos Especiais e organizadora do concurso.
 
O prefeito Juvenal Rossi participou da premiação e ressaltou a importância da participação do jovem. “São atitudes como as desses jovens, de preocupação com o outro, que estão trazendo mudanças a nossa cidade. Temos a missão de mudar comportamentos em nossa cidade, e esses jovens estão iniciando essa mudança”. 
 
O secretário de educação Rodolfo Braga agradeceu a parceria das escolas e o envolvimento de professores e alunos e contou que a dedicação e a participação de todos, têm trazido resultados positivos para o município. “Recebemos diversos prêmios e isso é resultado das atitudes e ações do nosso município, que vem se destacando”. Ele ressaltou o prêmio Isto é, recebido pela Secretaria de Educação que relatava ações para que a crise econômica não afetasse o sistema de ensino da rede municipal. Várzea Paulista foi uma das duas selecionadas entre 5 mil cidades inscritas.
 
Segundo a diretora de Projetos Especiais, Vani de Paula Martins, os objetivos principais do concurso foram promover a participação das escolas do município, incentivar o desenvolvimento de ideias inovadoras, além de reconhecê-las, premiá-las e divulgá-las. “A iniciativa também visa disseminar o empreendedorismo e a cultura da Sustentabilidade” conta Vani.
 
Na categoria ‘Escolas Estaduais’ a escola Tibúrcio Estevam de Siqueira se destacou com o projeto “Cisterna Sustentável na escola” e levou o primeiro lugar. O projeto desenvolvido por um grupo de alunos orientados pela professora de biologia Silvana Ferreira, criou um cisterna para captação de água da chuva e utilização na escola em tarefas como aguar as plantas e limpar o pátio. Os premiados receberam uma bicicleta e um curso de informática oferecido pela People cursos, uma das parcerias do projeto. O segundo lugar da categoria ficou com a escola Lavinia Ribeiro Aranha que criou um projeto de banheiro com captação de água da pia e do chuveiro para uso na descarga.
 
Na categoria ‘Escolas Municipais’ a primeira colocação ficou com escola João Aprillanti. O aluno do EJA – Educação de Jovens e Adultos – Francisco Roniel de Oliveira, criou um tanque para peixes com captação de água da chuva, anexo a esse tanque um sistema de produção de verduras hidropônicas. Ele conta que o resultado foi gratificante. “Não esperava ganhar e tenho que agradecer o incentivo dos meus professores. O trabalho foi resultado de muita pesquisa e colocar em prática os ideias de sustentabilidade estudadas. O sistema é feito com materiais recicláveis e autossuficiente” conta Francisco. Ainda nessa categoria o aluno Jonatas da escola Professora Palmyra Aurora Rinaldi conquistou o segundo lugar com uma cisterna que criou em casa para captar água da chuva.
 
Alexandre Angela diretor da Sabesp e um dos parceiros do projeto observou que as atitudes e o envolvimento de todas as escolas têm trazido bons resultados. “Várzea Paulista teve a maior redução de consumo de água do estado, e isso é graças ao trabalho desenvolvido pela educação e o envolvimento dos nossos jovens” conta.