Escolas de samba agitam segunda noite da 11ª Orquivárzea

Casa Civil - Destaques

Unidos em Cima da Hora, Império da Cruz Alta e Unidos do Maranhão se unem e fazem apresentação, com samba-enredo “Uma só família”

Três escolas de samba de Várzea Paulista movimentaram a segunda noite de show da 11ª Orquivárzea – Festa das Orquídeas: Unidos em Cima da Hora (Jardim Promeca), Unidos da Maranhão (Vila Popular) e Império da Cruz Alta (Jardim Cruz Alta). As três agremiações se uniram e fizeram uma animada demonstração de suas baterias, casais de mestre-sala e porta-bandeira, além do samba-enredo criado para a apresentação, “Uma só família”. Unidas, as escolas divulgaram seu trabalho.        

Após um pequeno ensaio aberto, na praça de alimentação, os sambistas prosseguiram, em meio ao público, rumo ao palco do evento. A plateia, animada, acompanhou os primeiros trabalhos, apenas com a bateria e as apresentações dos casais de mestre-sala e porta-bandeira das três escolas, e, por fim, os sambas-enredos entoados, com toda a pompa dos sambistas unidos.        

De acordo com a presidente da Unidos da Maranhão, Crislaine  Maniezzo, a ideia da união dos trabalhos, foi tida para aproveitar bem o tempo disponibilizado. Com o samba-enredo preparado, os sambistas mostraram também que as escolas, juntas, ganham ainda mais força para cresce. “Uma vai ajudando a outra, para o crescimento das três escolas”, explica.        

Benedito Bernardino gosta muito de samba e veio apreciar a apresentação, com a esposa, Clarinita Lacerda. O morador do Núcleo Residencial Satélite conta que a curiosidade por conhecer o trabalho das escolas o motivou a comparecer, além do velho apreço pelo estilo musical. “Eu conheço um pouco da área”, diz, sorrindo.        

Participante da Unidos da Cruz Alta há dois anos, William Ferreira, chamou a atenção pela companhia de sua filha, que, com três anos, já tem samba no pé. A esposa, Raquel Ferreira, estava tocando a cuíca pela escola. O munícipe, que também sempre gostou de samba, gosta da ideia da união entre as escolas. Recentemente, chegou a presenciar uma escola de Jundiaí fornecer equipamentos para uma agremiação de Várzea Paulista. “Um ajuda o outro”, opina.

A rivalidade deve ficar só nos desfiles, em sua avaliação.

 

Programação da exposição

 

Sexta-feira, 9 de outubro

Das 9 às 21 horas – visitação e venda de plantas ao público;

Das 14 às 17 horas – julgamento das melhores plantas (período fechado para visitação pública);

20 horas – abertura oficial para autoridades. 

 

Sábado, 10 de outubro

Das 9 às 21 horas – visitação e venda de plantas ao público;

Das 15h00 às 16h30 – curso de cultivo e cuidados das orquídeas, com especialista da Coordenadoria das Associações dos Orquidófilos do Brasil (CAOB).

 

Domingo, 11 de outubro  

Das 9 às 17 horas – visitação e venda de plantas ao público;

15 horas – Premiação das 30 melhores plantas;

17h30 – Encerramento da exposição.

Programação dos shows

 

Domingo, 11 de outubro  

20h30- Reencontro especial com a dupla Ledo e Luan (música sertaneja);

Encerramento da festa– Santa Fé e Cristiano (sertanejo).

Durante o dia, haverá também várias atrações culturais e pista de som com DJ Marquinhos Leite.