Guarda Municipal vai receber seis novas viaturas

Casa Civil - Destaques
Aquisição, de valor superior a mais de R$ 293 mil, faz parte do maior investimento da história da GM
 
A Prefeitura de Várzea Paulista comprou seis novas viaturas para a Guarda Municipal. Foram investidos R$ 293.179,00, na aquisição de três Gols, duas Duster e uma Saveiro, fruto de um convênio com o Governo Federal. Segundo Márcia Amorim, responsável pelo projeto que envolve a compra dos veículos, a aquisição fortalecerá a segurança da cidade. “Por meio das novas viaturas serão potencializados o patrulhamento preventivo, também nas escolas municipais, e a implantação do planejamento estratégico operacional da Instituição”, explica.
 
Todos os carros serão ano 2015, modelo 2016. De acordo com Márcia, a primeira meta do projeto visa a aumentar a mobilidade urbana e reduzir a sensação de insegurança pública no município. “A mobilidade urbana dos operadores de segurança pública (no caso, os guardas civis municipais de Várzea Paulista) tem previsão no Plano Nacional de Segurança Pública, no capítulo que trata da reestruturação dos municípios, visando propiciar aos munícipes ambientes urbanos mais seguros, por meio da presença da Guarda Civil Municipal”.
 
A licitação foi concluída e a Prefeitura já fez o pedido às montadoras. O prazo médio para a entrega é de 60 dias. Assim que chegarem, os veículos serão adaptados com sinalizadores, que também foram comprados, e adesivos da GM para começarem a ser utilizados como viaturas. 
 
Investimento
 
Os recursos para a compra das viaturas e dos sinalizadores são resultantes do convênio firmado entre a União, por intermédio do Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública, e a Prefeitura de Várzea Paulista. O valor total do referido Convênio foi de R$ 339.338,00, maior investimento da história da GM. Do montante, R$ 300 mil foram repassados pelo Governo Federal e R$ 39.338,00 consistem na contrapartida municipal. Além das viaturas, também serão adquiridos computadores, impressoras e materiais impressos de conscientização e informação.
 
A verba é resultado de uma emenda parlamentar do deputado estadual Luiz Fernando Machado.