Prefeitura conhece projeto executivo do centro comunitário da Vila Real

Casa Civil - Destaques
Empresa licitada entrega oficialmente o trabalho, para que licitação seja viabilizada até o final de setembro
 
 
Os representantes da empresa Festi & Festi Incorporações LTDA, apresentaram, oficialmente ao prefeito Juvenal Rossi e outros representantes da Prefeitura, o projeto executivo do centro comunitário da Vila Real, na tarde da última segunda-feira (1º). Com o material em mãos, o secretário de Infraestrutura Urbana, Renato Germano, poderá analisá-lo e encaminhá-lo para a Caixa Econômica Federal até a próxima quinta-feira (4).
 
De acordo com o secretário, o espaço poderá abrigar reuniões da população local, campanhas de vacinação, e outras ações sociais. Segundo Germano, também se apresentou o projeto preliminar da drenagem em 32 ruas da Vila Real, etapa inicial das obras de pavimentação nas vias. Também participaram da reunião representantes do setor de Convênios e da Secretaria de Desenvolvimento Social.
 
 
Próxima etapas
 
Até o final de setembro deve se iniciar a licitação para as obras do centro comunitário. Os trabalhos provavelmente serão começados até dezembro.
 
 
Investimento
 
O valor do projeto executivo é de R$ 403.139,32, totalmente custeados pelo Governo Federal.
 
 
Transformação
 
Além do centro comunitário, serão feitas várias ações de infraestrutura, fruto de um convênio com os Governos Estadual e Federal. 31 ruas do bairro receberão pavimentação e drenagem. “O bairro não vai ter mais ruas de terra”, relatou o supervisor.
       
Será construída, no Núcleo Siriema – Cidade Nova II – uma creche-escola. Haverá recuperação urbanística, além dos trabalhos de pavimentação e drenagem da Travessa Felicidade e da Avenida Tanabi. Também se destaca o parque linear da Rua Ilha Bela, de acordo com o supervisor. A área contará com ciclovia, parque para crianças, equipamentos para terceira idade, pista de caminhada, quadra para jogos, entre outros equipamentos. A Praça Nestor Alves, na Vila Real, já recebeu uma praça de lazer, com academia ao ar livre e playground, no ano passado.
 
 
Habitações populares
 
292 famílias da Região Norte, previamente cadastradas pela Secretaria de Desenvolvimento Social, de acordo com seu perfil socioeconômico, serão contempladas com casas populares. Os recursos são provenientes do mesmo convênio.