Prefeitura apresenta projeto de Poupatempo da Saúde

Saúde - Cotidiano
Membros do Conselho Municipal de Saúde são informados sobre novo equipamento público
 
 
A Prefeitura de Várzea Paulista apresentou na noite da última segunda-feira (13), na Câmara Municipal, detalhes do projeto do Poupatempo da Saúde, aos membros do Conselho de Saúde da cidade.
 
Segundo o secretário da pasta, José Roberto Spinucci, a ideia foi apresentar ao órgão o atual estágio das tratativas para a viabilização do novo equipamento público, uma das metas da administração municipal. 
 
O intuito é que, em breve, o Poupatempo da Saúde possa disponibilizar o atendimento integral, por parte dos seguintes médicos especialistas: cardiologista; dermatologista; neurologista; gastroenterologista; otorrinolaringologista; oftalmologista; infectologista; urologista; ortopedista; endocrinologista; alergologista; pneumologista e angiologista. 
 
De acordo com o gestor, atualmente, o paciente é atendido na Unidade Básica de Saúde e encaminhado ao especialista, mas precisa retornar à UBS antes da conclusão dos atendimentos necessários.
 
Com o Poupatempo, o munícipe poderá fazer todo o tratamento no mesmo local e só retornará à UBS quando precisar apenas de acompanhamento clínico.
 
Também será possível a realização de exames, no local: endoscopia, ecocardiograma, eletroencefalograma, ultrassom e mamografia.
De acordo com a demanda ao longo do tempo, novos prestadores de serviços ou médicos especialistas poderão ser contratados, para viabilizar novos tipos de exames e o melhor atendimento à população.
 
 
Boas expectativas
 
Para Gabriel Cardoso, membro do Conselho de Saúde há um ano, se o processo for bem conduzido, o novo espaço poderá agilizar o tratamento. “A gente espera que haja essa agilidade nos atendimentos”.
 
Terezinha Pereira Udovic é conselheira há três anos e espera que a população se conscientize para que a demanda por atendimentos específicos seja melhor atendida. “A expectativa da gente é de que o Poupatempo vai ajudar a atender a necessidade das especialidades”, opinou.