Juiz José Duílio Nogueira de Sá é o patrono do Fórum de Várzea Paulista

Casa Civil - Destaques
Jurista participou da emancipação do município e da posse do 1º prefeito municipal
 
Na última segunda-feira (06), o Fórum da Comarca de Várzea Paulista institui como seu patrono, o juiz José Duílio Nogueira de Sá. O intuito da homenagem é resgatar a memória daqueles que ajudaram a formar o poder judiciário. A solenidade foi realizada na presença de autoridades do poder judiciário, do prefeito de Várzea Paulista Juvenal Rossi, do presidente da Câmara Municipal Mauro Aparecido e parentes do homenageado, como seu filho, o desembargador do Tribunal de Justiça, Marcio Franklin Nogueira.
 
A abertura do evento foi realizada pelo desembargador Claudio Antônio Soares Nevada, amigo pessoal do patrono homenageado. “É com grande honra que tenho a oportunidade de falar do juiz Nogueira de Sá, uma pessoa que não teve uma única sombra em seu caráter. Manter sua história de vida viva faz com que estejamos num patamar mais elevado”, ressaltou.
 
A juíza e diretora do Fórum de Várzea Paulista Erica Midori Sanada, ressaltou a forte presença do jurista na história de Várzea Paulista. “O dr. Nogueira de Sá foi o primeiro Juiz de Direito Eleitoral do município. Ele participou da emancipação do município e deu a posse ao primeiro prefeito da cidade”, informa. “Não há melhor nome para representar a comunidade jurídica de Várzea Paulista”, afirmou Sanada.
 
O prefeito Juvenal Rossi, parabenizou a escolha do juiz para ser o patrono do Fórum de Várzea Paulista. “Podemos dizer que essa é uma homenagem tardia, pela importância que este cidadão teve na historia de nossa cidade”, diz. “Este tributo é um ato justo e cabível, a um dos homens que participou ativamente da emancipação de Várzea Paulista”, conclui.
 
Com o descerramento da placa em homenagem ao patrono, o desembargador do Tribunal de Justiça, Marcio Franklin Nogueira ressaltou sua satisfação, em ver a memória do seu pai celebrada. “Essa homenagem é justa, não só pela ligação dele com a cidade, mas porque ele dedicou sua vida a magistratura”, informou.
 
“Sempre o lembraremos por seu caráter rígido e correto, mas também por sua paixão pela filosofia e a música clássica. A imagem de um homem que sempre se dedicou ao direito e a justiça”, concluiu o desembargador.
 
A cerimonia do patrono do Fórum da Comarca de Várzea Paulista foi encerrada com uma apresentação do Coral Masculino de Várzea Paulista, cantando clássicos nacionais e internacionais.