Últimos dias para as inscrições do curso de fotografia

Esporte e Lazer - Destaques
Curso é gratuito e aberto ao público
 
A Secretaria Adjunta de Cultura realiza neste mês a Oficina de Fotografia do Projeto Pinhole Postal. O curso é uma parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e a POIESIS Organização Social de Cultura e traz o resgate da fotografia artesanal.
 
A fotografia Pinhole é um processo fotográfico onde se dispensa o uso de lentes, a fotografia é obtida a partir de um compartimento vedado à entrada de luz, com apenas um pequeno orifício em uma das extremidades.
 
O secretario adjunto de cultura Jota Moreira conta que a oficina é um projeto itinerante e que já passou por diversas cidades do estado. “Ao final de cada oficina os participantes elegem uma fotografia que representa a cidade e sua história e ela irá compor um postal que será levado às próximas cidades que receberão o projeto”.
 
O curso é gratuito e será realizado no dia 27 de junho, no Centro Cultural de Música e Arte. Os interessados podem realizar as inscrições nos seguintes locais:
 
Centro Cultural – localizado na Rua Manoel Gonçalvez, 220, Jardim Primavera. 
Espaço Cidadania – Avenida Ipiranga, s/nº, Jardim do Lar.
Mais informações podem ser obtidas através dos telefones 4595-2649 ou 4595-4080.
 
 
Sobre o Pinhole
 
“Pinhole” é uma câmera alternativa ou um processo de produção de imagem fotográfica a partir de materiais não convencionais. A palavra inglesa pin-hole ou pinhole (buraco de agulha/alfinete) foi usada para designar um tipo de câmera que pode ser facilmente construída com um recipiente no qual a luz penetre somente por meio de um pequeno orifício. Na parede contrária ao orifício é colocado um papel fotográfico, sobre o qual a imagem é projetada e se fixa de forma “negativa”.
 
Nesta oficina a ideia principal é a de trabalhar o processo fotográfico e os princípios básicos da fotografia, mas a proposta inclui também uma relação com a cidade e com arte postal, uma vez que os alunos deverão escolher uma de suas imagens produzidas para enviarem, como cartão-postal, para os alunos da próxima cidade onde o projeto se realizará, promovendo assim um intercâmbio entre alguns dos habitantes dos municípios envolvidos. O cartão-postal deverá conter um pequeno texto falando sobre a cidade. Todas as imagens produzidas e os textos dos postais serão publicados no blog do projeto.