Várzea Paulista realiza simulação de desastre

Casa Civil - Destaques
Desabamento, fogo e várias vítimas fizeram parte do treinamento que aconteceu na Vila Real
Quarenta e cinco minutos de muita ação e trabalho marcaram a simulação de desastre, realizada pela Defesa Civil de Várzea Paulista, neste domingo (1º), na Vila Real. Equipes de diversos setores da Prefeitura participaram do Exercício Simulado de Desabamento e Incêndio, com retirada de vitimas dos escombros, triagem e socorro. A simulação buscou retratar a cena de um desastre com muita veracidade. 
 
A encenação ocorreu nos escombros de uma casa. Barris foram queimados do lado de fora e atores foram maquiados, para aparentarem ter queimaduras, ferimentos e até mesmo uma fratura exposta.
 
Com o pedido de socorro da vítima, as equipes começaram a chegar: ambulância, bombeiros e a Guarda Civil, que também monitorou a ação com os aeromodelos, e os agentes de trânsito. 
 
De acordo com o diretor da Defesa Civil varzina, Cristiano Vargas, o exercício foi preparado para ser o mais próximo de uma situação real. “Escolhemos um local de difícil acesso e vítimas com problemas diferenciados. Tudo para que, em um caso real, as equipes já saibam como agir”. 
 
O diretor avaliou a atividade como positiva. “Aqui é o momento de ver onde estão as falhas e trabalhar pela correção, mas alcançamos um resultado muito bom”, informa. “Nosso intuito era fazer o socorro das vítimas em até uma hora, mas tudo ocorreu em 45 minutos, superando nossa expectativa”, explica. 
Ricardo Santos, do Grupamento de Bombeiros Civis Voluntários, também aprovou o trabalho. “Esse simulado ajuda o nosso trabalho e até mesmo a preparar a população para situações como essa. Saber como agir em momentos de crise é muito importante”, avalia. 
 
Para Bárbara Boveri, responsável pelo setor de Ambulâncias de Várzea Paulista, o próximo passo é fazer uma avaliação da ação e buscar a correção das falhas. “Já temos um protocolo de trabalho e hoje o colocamos em prática”, informa. 
 
Participaram da simulação a Defesa Civil e o GBCV (Grupamento de Bombeiros Civis Voluntários) de Várzea Paulista, Guarda Municipal, Secretaria de Trânsito, Setor de Ambulância e uma empresa particular, que cedeu veículos para as equipes. 
 
População ficou surpresa
 
Diversas pessoas acompanharam a ação da Defesa Civil na Rua Ilha Bela. Da janela de casa ou comparecendo até o ponto da ação, os moradores se mostraram surpresos com o ocorrido. Nivaldo Silva ficou assustado com as sirenes e a movimentação de ambulâncias. “Pensamos que tinha acontecido algo de ruim, mas graças a Deus era tudo um treinamento. Fiquei aliviado”, disse. 
 
Para Maria Neuza da Silva, que filmou toda a atividade com sua câmera fotográfica, o treinamento mostrou que a cidade está preparada para enfrentar situações difíceis. “Achei muito importante esse trabalho. Assim ficamos sabendo como a Prefeitura vai agir, se algo de ruim acontecer”, comentou. 
 
Plano Municipal de Emergência
O Exercício Simulado de Desabamento faz parte do desenvolvimento do Plano Municipal de Emergência, que consiste em um protocolo de ação de cada órgão municipal em situações de urgência e emergência de qualquer natureza. “Com o Plano teremos, de maneira organizada, onde cada setor deve atuar e de que maneira colaborar”, informa Vargas.