Eduardo participa de lançamento da exposição “Vi vendo Várzea”

Casa Civil - Destaques

O evento contou com a presença do prefeito Eduardo Pereira que foi recepcionado por 50 estudantes da CEMEB Carlos de Almeida

Na tarde da última sexta-feira (10), o prefeito Eduardo Pereira participou da inauguração da Exposição de fotos do Projeto Vi vendo Várzea, quando 50 alunos da CEMB Carlos Almeida , o recepcionaram com a execução do hino da cidade, na Estação Várzea Paulista, Linha 7 – Rubi (Luz-Jundiaí), da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

O Projeto Vivendo Várzea reúne mais de 1000 alunos dos terceiros anos da rede municipal de ensino e tem como objetivo estimular a criatividade, integração entre as escolas e proporcionar a oportunidade de promover um olhar mais poético e apaixonado sobre o município. Durante as atividades do projeto, os alunos puderam visitar e fotografar locais históricos do município e fortalecer os vínculos que as crianças têm com a região onde vivem.Os passeios renderam mais de duas mil fotos, das quais 65 foram selecionadas.

O prefeito Eduardo Pereira relembrou o histórico da estação ferroviária e falou também sobre o processo de modernização da CPTM. “É uma satisfação estar aqui nesta estação que foi construída em 1891. Essa exposição mostra a beleza da nossa cidade e a importância de preservar as coisas bonitas que temos, como a estação que cresce e se desenvolve. Uma nova estação está por vir, endereçada logo atrás da Prefeitura, uma estação moderna, ampla e que vai incentivar ainda mais atividades de cultura e lazer da nossa população”.

Eduardo salientou também o desenvolvimento do município nos últimos anos e a importância disso para as gerações futuras.   “Conseguimos destravar o desenvolvimento com o fim da falta de água, solução de problemas sérios de infraestrutura, construção da ETE e vinda de empreendimentos para a cidade. Teremos todo esgoto recolhido e tratado até o final do ano. Progredimos bastante e temos os desafios do futuro para esses meninos e meninas. A nova etapa é ampliar a construção da cidadania com áreas de lazer, esporte e cultura”.

A primeira dama e doutora em Educação, Dulce Pereira, afirmou ter se encantado com as crianças cantando o hino do município e destacou também participação do governo municipal no estímulo à cultura. “Fiquei encantada de ver as crianças cantando o hino de Várzea Paulista com coreografia. Para nós isso é um orgulho, ver como os alunos se envolvem, é motivo de muita emoção. Isso é fruto de um projeto de cidade, que agora tem seu hino, é fruto de um projeto de governo e de cultura. Essa exposição é um modo de revelar o que o governo está fazendo pela população”.

Parceria

A exposição é fruto de uma parceria da Prefeitura com a CPTM. Montada na área paga da estação, a mostra fotográfica ficará em cartaz durante esse mês até o dia 30 de agosto. È gratuita para usuários do sistema, ou, é cobrado o valor de R$3,00 para os visitantes.

Durante a 8ª edição da Orquivárzea, o Espaço Criança trará a mostra nos dias de realização do evento: 31 de agosto, 01 e 02 de setembro. Ainda em setembro seguirá para a Estação da Luz, e, em outubro, desembarcará na estação Francisco Morato.

A representante da CPTM, Maria Salete Santana, afirmou que a Companhia é incentivadora de eventos culturais dirigidos à população. “É a primeira ação desta parceria que é frutífera e que proporciona cultura às crianças do município. Este é um espaço público aberto a este tipo de evento. Com muito prazer recebemos vocês aqui hoje”, disse se dirigindo aos presentes.

A supervisora do departamento de educação, Mauricéa Bergamo, conta que os alunos ficaram entusiasmados com o projeto Vi vendo Várzea porque tiveram oportunidade de vivenciar a cidade fora das salas de aula e acrescentou que foram muito bem recepcionados pela CPTM. “As crianças chegaram nas escolas e relataram com entusiasmo a experiência das visitações. Quando estavam nas salas de aulas, surgiram muitos desenhos de trens, pois além do ambiente, se encantaram com a recepção que tiveram aqui”.

Roteiro e impressões

Os pontos de visita das pequenos estudantes foram: Estação Ferroviária, Orquidário Biorchids, Capela da Igreja Santo Antônio, Parque das Orquídeas; Ponte Seca; Paço Municipal; Biblioteca; Olaria; Igreja Nossa Senhora da Piedade, Clube de Campo Cica; Espaço de Equoterapia da APAE e Praça Castro Alves.

Dentre tantos variados locais, a garotada é unânime em dizer que um dos lugares mais divertidos e cheio de preciosidades históricas é a Estação Ferroviária. A aluna Thawany Vitória de 9 anos, dispara: “Para nós foi um grande incentivo visitar esses locais históricos porque aprendemos quando foi construída a estação e também a olaria, lugares que estão presentes no hino da cidade”.

A coleguinha Amanda Félix, da mesma idade, complementa: “Ficamos orgulhosos porque os ingleses trouxeram todo o material para construir nossa estação, que hoje faz parte da história da cidade.”

Caroline Beatriz Aleixo, diz que além de conhecer as novas máquinas da CPTM, também puderam fotografar e as fotos vão percorrer outras estações. “Nós vimos os trens novos e fotografamos também e agora nossa exposição vai até a Estação da Luz”, conta sorridente.