Eduardo e Lula acompanham andamento das obras das UBS Vila Marajó e Jardim Alessandra

Casa Civil - Destaques

Nova unidade ampliará o acesso da comunidade aos serviços de saúde e atenderá 12 mil pessoas

O prefeito Eduardo Tadeu Pereira, acompanhado do vice-prefeito, Lula Raniero, e do secretário de Obras, Cícero Petrica, visitou na manhã da última quarta-feira (5) as obras nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Jardim Alessandra e Vila Marajó. A primeira unidade está recebendo reforma para melhorar a qualidade dos atendimentos, enquanto a segunda está em construção e irá dividir as consultas na região, que hoje são realizadas na UBS da Vila Popular.

Na UBS do Jardim Alessandra o investimento é superior a R$ 126 mil e a reforma é uma demanda do Orçamento Participativo. Para o prefeito Eduardo, as obras estão em bom ritmo e “garantem melhorias na humanização dos atendimentos”. Com a reforma, a UBS passa a ter salas para curativo, farmácia, inalação, odontologia e Lian Gong. O vice-prefeito, Lula Raniero, ressaltou a importância das obras para adequar o espaço. “Por meio dessa reforma iremos adequar melhor o espaço para poder oferecer mais conforto e agilidade nos atendimentos. Além disso, a iniciativa tem um importante significado, pois foi uma demanda apontada pela população por meio do OP”, afirmou.

A construção da UBS da Vila Marajó está bastante adiantada. No local foram levantadas as paredes e a instalação da estrutura hidráulica e elétrica está praticamente finalizada. A nova unidade está sendo construída em um terreno de 350 metros quadrados e contará com cinco consultórios médicos, salas para grupos e também consultórios odontológicos. A obra foi orçada em R$ 443.331,92.

Para Eduardo, este é um momento de renovação da estrutura de saúde do município. Ele ressalta que os investimentos na área visam facilitar o acesso aos serviços ofertados. “Estamos com essas duas importantes obras em andamento, além disso, inauguramos na última semana a nova UBS do Jardim Promeca e vamos ter mais três unidades nos bairros Cidade Nova II, São José e Santa Terezinha”, afirma.