Prefeitura inaugura CEMEB Cecília Meireles

Educação - Destaques

A unidade educacional é fruto da participação popular que se manifestou por meio das reuniões do Orçamento Participativo

Os cidadãos varzinos têm agora um novo motivo para se orgulhar dos investimentos na educação realizados no município. Na tarde desta sexta-feira (27), a CEMEB (Centro Municipal de Educação Básica) Cecília Meirelles foi inaugurada. O evento começou às 13h, com atividades recreativas para as crianças e, às 15h, ocorreu a solenidade de inauguração com as presenças do prefeito Eduardo Tadeu Pereira, do vice-prefeito Lula Raniero, do secretário de Obras Cícero Petrica, do secretário de Educação Luciano Braz de Marques, do vereador Mauro Batista e do deputado federal Vicentinho.

A nova instalação que teve investimento superior a R$900 mil, conta com duas salas para creche, com capacidade para 80 crianças, e quatro salas para ensino infantil, que atenderá 240 alunos durante os dois períodos, além de biblioteca, sala de vídeo e playground.

Na cerimônia, o prefeito Eduardo sobre a importância da implantação da escola e a inovação para dar o nome à CEMEB. “Estamos inovando em vários sentidos na cidade, inclusive com o gesto de homenagear pessoas que foram importantes na literatura, como é o caso de Cecília Meireles”, ressaltou.

O prefeito também lembrou da importância do papel do deputado federal Vicentinho que possibilitou a emenda para liberação de verba para a construção do Centro Municipal de Educação Básica. “Vicentinho é um deputado muito presente na cidade e ele nos representa em Brasília”, avalia.        

Eduardo afirmou ainda que a construção de uma CEMEB na cidade é um passo importante para o progresso da educação no município. “Este é mais um auxílio que damos para que a educação da nossa cidade seja boa. Temos orgulho da nossa rede municipal de educação, que os melhores professores e educadores e oferecemos oportunidades para a capacitação dos profissionais. Nesta unidade não será diferente”.

Pereira fez questão de ressaltar que a prioridade do governo municipal é investir na educação. Até o final de 2012, o prefeito disse que pretende inaugurar pelo menos mais duas creches e duas escolas para atendimento ao público.

O vice-prefeito Lula Raniero frisou que a construção da CEMEB não seria possível sem a participação da população. “Essa é uma conquista também, sem dúvida alguma, do orçamento participativo. Graças à cooperação da comunidade foi possível construir a escola”. Raniero salientou que a inauguração é um momento de alegria e felicidade afirmando que “é o primeiro contato das crianças com a educação formal e representa a transformação da sociedade, com cidadania e solidariedade”.

O deputado federal Vicentinho elogiou o governo municipal e falou da importância do orçamento participativo. “O melhor prefeito que Várzea já teve é Eduardo. Vai á Brasília em defesa dos interesses da cidade. Outro fator que é diferencial é o trabalho da OP, nem todos os municípios têm. Donas de casa, trabalhadores, jovens e idosos podem participar da vida política e isso é importante.”

 O secretário de Educação, Esportes, Cultura e Lazer, Luciano Braz Marques afirmou que o orçamento participativo foi decisivo para que a obra fosse realizada. “Através do orçamento participativo, das criticas construtivas, junto ao trabalho dos gestores foi possível que a obra acontecesse. Que essa participação continue na montagem do Conselho da escola e que seja permanente e contínua”.

 

Educadores e pais

A diretora da CEMEB Cecília Meireles, Solange dos Santos, falou com alegria sobre sua percepção da nova unidade de educação . “É um grande benefício para a população, para a comunidade e para as crianças. Pude sentir que elas e os pais estão encantados com a escola. É um motivo de orgulho pra nós e corresponde à ampliação do ensino básico na cidade”, afirmou.

A professora de educação infantil Ivana Valério trabalha na função há dois anos e iniciou as aulas na CEMEB esta semana. “É um momento muito gostoso o da inauguração. Percebi que no bairro há bastante crianças de colo. Não moro aqui mas sei que é um grande benefício para os pais contar com uma escola como esta”.

 A mãe da menina Ketylin Carolina, de 4 anos, não economizou elogios à escola. ‘Aqui havia uma área de barrancos e eles construíram a escola muito rápido. Fui procurar fazer a matrícula da minha filha em setembro e essa semana ela já começou a freqüentar o espaço e conhecer os coleguinhas. A escola está bem bonita”.