nome da pagina

Acesso sistemas Web

Estamos em manutenção.

Munícipe que contraiu a doença fora da cidade é o primeiro óbito por febre amarela

Várzea Paulista registra primeiro óbito por febre amarela importada, homem de 33 anos não tomou a vacina, apesar das várias campanhas de intensificação em seu bairro e da vacinação permanente na cidade

 

A Vigilância Epidemiológica de Várzea Paulista recebeu, recentemente, a confirmação do primeiro caso de óbito em decorrência da febre amarela, na cidade. J.M.S., 33 anos, morador da Vila Real, contraiu o vírus silvestre fora do município, em uma área de mata, e não tem nenhum registro de vacinação contra a doença, no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (banco de dados do Sistema Único de Saúde – Governo Federal). Segundo informações colhidas, ele tinha o hábito de caçar em matas fechadas de outros municípios. Após a morte, em 27 de janeiro deste ano, a Prefeitura aguardava o resultado dos exames, feitos pelo Laboratório Instituto Adolf Lutz, de Campinas (Governo Estadual), que confirmaram a presença do vírus.

 

Vale ressaltar que o município não possui primatas não humanos infectados, em suas áreas de mata.

 

A Unidade Gestora de Saúde conduziu um amplo trabalho de imunização, sobretudo a partir de abril de 2017. Até julho do mesmo ano, várias áreas com características rurais receberam uma intensificação, com o trabalho casa a casa, feito por funcionários da pasta. A ação contemplou, entre outros bairros, o Sitio do Mursa, Jardim Gauchinha, Chácaras Santa Martha, Ponte Seca, Jardim Bertioga e a Vila Popular. A Vila Real recebeu a operação no dia 27 de maio.

 

A residência do morador que posteriormente se infectou foi visitada, mas ele não estava em casa. Como de praxe, o agente responsável fixou uma notificação na porta, com o endereço da UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima e os telefones para mais informações.

O bairro teve duas outras grandes imunizações na Escola Estadual Armando Dias, nos dias 21 e 28 de outubro.

 

A Prefeitura também realizou várias vacinações em pontos estratégicos da cidade, a partir de outubro, como o Poupatempo da Saúde, o Facilita e a UPA, onde chegou a realizar uma semana de vacinação 24 horas por dia, no mês passado. 65.734 pessoas foram imunizadas desde que se iniciou a imunização até 26 de fevereiro de 2018. A cidade já tem 94% de sua população imunizados.

 

Após a notícia da morte suspeita, agentes da UBS Vila Real fizeram, no dia 29 de janeiro, uma busca ativa às residências da via - onde residia o morador – que estavam fechadas no dia da intensificação feita no ano passado. 68 doses da vacina foram aplicadas.

 

 

Imunização continua

 

 

A vacinação contra a febre amarela em Várzea Paulista continua em todas as Unidades Básicas de Saúde, de acordo com o cronograma especial de vacinação, disponível no link: goo.gl/PXNXUy. Em razão da baixa demanda e do alto número da população vacinada contra a doença, o número de senhas distribuídas nas UBSs diariamente passou de 50 para 20 senhas, na última quarta-feira (21).

Várzea Paulista imuniza 91,52% da população contra Febre Amarela

Vacinação será realizada apenas nas Unidades Básicas de Saúde, seguindo cronograma de imunização

 

A Prefeitura de Várzea Paulista fez um trabalho árduo na imunização contra a Febre Amarela e já conseguiu vacinar 91,52% da população. Como isso, a vacinação volta a ser feita apenas nas Unidades Básicas de Saúde, conforme cronograma e com aplicação de 50 doses diárias.

 

Segundo a gestora de Saúde, Mônica Carvalho, a distribuição de senhas será realizada no período da manhã. “O atendimento de vacinação terá início às 8 horas, com um número limitado de senhas por dia”, informa.

 

Obrigatoriamente, os pacientes devem apresentar comprovante de endereço e documento original com foto. Para as crianças também é exigida a apresentação da caderneta de vacinação. A medida foi tomada para garantir o atendimento aos munícipes de Várzea Paulista que ainda não foram imunizados.

 

Casa a casa

 

 

A gestora explica que o município realizou uma busca ativa na vacinação contra a Febre Amarela. A ação começou em abril de 2017 e foi realizada durante nove semanas. “Este trabalho contribuiu consideravelmente para prevenir a entrada do vírus no município”, destaca Mônica. “Não temos casos registrados da doença nem em humanos, nem em primatas”, esclarece a gestora.

 

A busca casa a casa aconteceu nos bairros do Mursa, São Guido, Gauchinha, Ponte Seca, Santa Marta, Rua Siriema, no bairro Cidade Nova e rua Ilhabela, na Vila Real. Além de áreas com mata nos bairros Jardim Promeca, Jardim Buriti, Vila Popular e Jardim Bahia.

 

De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Nair Pereira, 55 pessoas estiveram envolvidas nas ações, como membros das equipes de Vigilância Epidemiológica, Controle de Zoonoses e rede municipal de saúde.

 

Mutirões

 

 

A unidade de Saúde organizou mutirões de vacinação nas empresas Elekeiroz, Continental, KSB e Intermédica. Além de dois mutirões na escola Armando Dias, na Vila Real. A imunização também foi oferecida no Paço Municipal e no Facilita aos servidores públicos.

 

Aos finais de semana, a população pode se vacinar em UBSs ou no Chácara Mall. Também foi disponibilizado à população horários especiais de vacinação no Poupa Tempo da Saúde e na UPA, que inclusive realizou a vacinação durante 24 horas por dia no último final de semana e durante toda à noite e madrugada nos dias úteis, de 15 a 19 de janeiro.

 

Objetivo

 

 

A imunização de 91,52% da população foi conquistada através da soma entre as pessoas imunizadas no período de intensificação da vacina, que começou em abril de 2017 - que até o dia 23 de janeiro soma 62.755 pessoas vacinadas, mais o grupo que foi vacinado desde o ano 2000, que já contabilizava 45.024 pessoas. Com essa soma, Várzea Paulista já atinge o número de cobertura indicado pela Diretoria Regional de Saúde.

 

Programação nas UBSs:

 

 

Vacinação nas UBSs – A partir das 8 horas, somente período da manhã
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex.
Jd. Paulista Vila Marajó Jd. Bertioga Vila Marajó Jd. Cruz Alta
Jd. América IV Jd. Promeca Jd. Cruz Alta Jd. Alessandra Jd. Promeca
Jd. Alessandra Vila Real Jd. Buriti Cidade Nova II Jd. Bertioga
Vila Popular Santa Terezinha Jd. América III Jd. Paulista Jd. América IV
      Vila Popular  

 

Gestantes e mulheres amamentando podem tomar a vacina?

 

 

Como a situação em Várzea Paulista está controlada as mulheres nestas situações não serão imunizadas. A recomendação é o uso de repelente.

 

Macacos não transmitem a doença

 

 

Os macacos não transmitem a febre amarela, eles são vítimas da doença. A febre amarela é transmitida apenas pela picada do mosquito, tanto nas pessoas, como nos primatas.

 

Se você encontrar um macaco morto, entre em contato com a Coordenação de Controle de Zoonoses e Vetores, no telefone 4595-8776 ou no endereço Avenida Victório Spinucci, 303 – Jardim Promeca.

Rua dos Alecrins começa a ganhar nova área de lazer

 

Área do Jardim Bertioga, já limpa pela Prefeitura, recebe grama, bancos e terá um parque infantil

 

O Jardim Bertioga está recebendo um novo local de lazer para as famílias, na Rua dos Alecrins. Um espaço, limpo pela Prefeitura recentemente e conservado por moradores locais, começou a ter grama plantada por agentes da Unidade Gestora de Infraestrutura Urbana, na última sexta-feira (9). A ação foi feita sob o acompanhamento do prefeito Juvenal Rossi e outros gestores. O local também já tem bancos instalados, feitos com dormentes doados à Prefeitura.

 

Nos próximos dez dias, além do plantio de aproximadamente 500 m² de grama e de um calçamento, já concluídos, serão colocados brinquedos feitos pela equipe de marcenaria da Prefeitura, todos com material reciclado. A comunidade doou um balanço que já começou a ser fixado.

 

 

Uma espécie de campinho foi feito pelos próprios moradores há cerca de um mês em uma área abaixo da via. A conservação do bom estado da área tem sido mantida por moradores locais. “Estamos mantendo o local limpo, retirando lixo e entulhos, e carpindo”, relatou César Ribeiro, 40 anos, que reside na Rua há 33 anos e também acompanhou os trabalhos de sexta-feira.

 

 

A iniciativa foi bastante elogiada pelo prefeito. “Gente como vocês é difícil achar. Sozinho ninguém faz nada. Os moradores estão fazendo a diferença e queremos que cuidem desse local”, reconheceu Rossi.

 

 

Outras benfeitorias

 

Segundo o gestor municipal de Infraestrutura Urbana, Renato Germano, também presente nas ações, a Rua também recebeu, nos últimos dias, um recapeamento na via. A ação é fruto de um convênio da Prefeitura com o Ministério das Cidades, para melhorias em 11 vias do bairro, dentro do pacote de obras Novos Caminhos, de 2018.

 

 

Nova realidade

 

 

Ribeiro enalteceu a conquista do novo espaço de lazer do bairro. “Era algo esperado há bastante tempo. As crianças brincavam na rua e a bola às vezes caía nas residências. Com o campinho a situação melhorou muito e o parquinho vai trazer uma melhora de 100%”, comemorou. “Vamos conservar a limpeza do local”, afirmou.

 

 

Como denunciar descartes irregulares ou depredação

 

Para informar à Prefeitura as práticas de descarte ilegal de resíduos como lixo ou a depredação de áreas públicas como o novo parque, basta contatar o Setor de Fiscalização pelo telefone 4596-9665, de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas; também pode ser acionada a GCM (Guarda Civil Municipal), pelo telefone 153; outro canal é a Ouvidoria, junto ao qual a denúncia pode ser registrada pelo telefone 4595-0037 ou presencialmente (no Facilita), de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas; ou pelo link, 24 horas por dia, durante toda a semana. Após abrir o protocolo, também há a opção de enviar possíveis fotos necessárias ao e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

O Facilita está localizado na Rua João Póvoa, 97 - Jardim do Lar, Várzea Paulista. 

Oficinas de bonecos gigantes dão início ao Carnaval em Várzea Paulista

Mascotes feitos pela comunidade, com o apoio da Prefeitura, serão inaugurados pelos blocos, que realizam o Carnaval 2018; não haverá custos aos cofres públicos

 

A Prefeitura de Várzea Paulista está fazendo oficinas de bonecos gigantes, novidade do Carnaval deste ano. Após a primeira, no último dia 11, no Jardim Satélite, com o Bloco da Margarida, a atividade foi promovida, nesta sexta-feira (19), com o Bloco do Bin Laden e, na semana que vem, será a vez do Bloco da APAE. “Nós, da Unidade Gestora Executiva de Cultura, confeccionamos a estrutura do boneco, com materiais recicláveis e a parte de trás do rosto (sobre um molde feito com barro de uma olaria varzina), e levamos o molde do rosto à comunidade. Ali, damos orientações e, junto deles, montamos a caricatura do mascote, pensado pela comunidade, com o barro; após etapas como a secagem, em alguns dias, concluímos em conjunto a colocação da roupa e dos ‘cabelos’ dos bonecos que serão inaugurados por cada bloco”, explica o gestor executivo de Cultura, Jota Moreira. 

 

Trata-se de um apoio da administração municipal, sem custos, ao Carnaval, que será realizado no município pelos blocos.

 

 

Nas primeiras oficinas, também é feita uma breve exposição sobre a história dos bonecos. Após os primeiros encontros, a comunidade fica responsável por outras fases, como a secagem das caricaturas e a impermeabilização; em um segundo momento, a equipe da Unidade finaliza o rosto e o corpo; por fim, é feita a colocação da roupa e a pintura da face, que na realidade será o resultado do descolamento do grude feito com polvilho. Até 8 de fevereiro, os três blocos passarão pelas três etapas da oficina, para a conclusão de seus bonecos.

 

 

Das atividades programadas para o Carnaval, o evento do dia 13 de fevereiro também terá o apoio da Prefeitura, sem custos aos cofres públicos. Confira a programação:

 

 

Agito dos blocos

 

9 de fevereiro – Bloco da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Várzea Paulista

Horário: 14 horas;

Concentração: sede da APAE;

Endereço: Rua Alberto de Oliveira, 55 - Jardim Cruz Alta;

 

9 de fevereiro – Bloco do Bin Laden

Horário: a partir das 15 horas;

Concentração: sede da Desportiva;

Endereço: Rua Cizídio Soares dos Santos, 330 – Cidade Nova II;

 

10 de fevereiro – Bloco da Margarida

Horário:  a partir das 14 horas;

Concentração: Praça da Biquinha;

Endereço: Rua Mercúrio, S/N – Jardim Satélite;

 

 

Encerramento

 

 

13 de fevereiro – encontro dos blocos

Horário: das 14 às 21 horas;

Ações: festejo com os Blocos do Bin Laden, da Carriola e da Margarida, apresentação do grupo Mexidão do Tiago – composto por alunos da Banda Sinfônica Jovem e da Escola Municipal de Música e Arte de Várzea Paulista, além de outras atrações;

Concentração: Praça CEU

Endereço: Rua João Póvoa, S/N – Jardim do Lar.

Sub-categorias