nome da pagina

Distribuição de medicamentos é informatizada em Várzea Paulista

Pacientes precisarão apresentar o Cartão do SUS para retirar os remédios

 

A partir de 2 de maio, Várzea Paulista inicia uma nova fase na distribuição de medicamentos. Através do programa Moderniza - sistema unificado de gestão de dados que agiliza os processos da Prefeitura - foi realizada toda a integração e informatização do almoxarifado, cadastro e dispensação de medicamentos do município. Nesta data, todo paciente que for retirar remédios precisa apresentar o Cartão do SUS.

 

Os munícipes que não tiverem o Cartão do SUS podem fazê-lo nas UBSs. Para verificar se você já possui o cadastro, o Ministério da Saúde disponibiliza o aplicativo de celular “Meu digiSUS”. Nele, o paciente tem acesso ao Cartão Nacional de Saúde e pode encontrar hospitais, unidades de saúde ou a farmácia popular mais próxima.

 

Além disso, a Prefeitura está fazendo o recadastramento dos pacientes desde fevereiro. Para atualizar os dados, o morador de Várzea Paulista deve comparecer à UBS do bairro e apresentar os seguintes documentos: CPF, RG, Cartão do SUS e comprovante de endereço. Como cada unidade realiza o serviço em um dia específico é importante entrar em contato com antecedência. “Desde fevereiro já cadastramos 4.600 pacientes”, explica a coordenadora de Assistência Farmacêutica, Barbara Michele Casanti.

 

Atualmente os remédios são distribuídos em cinco Unidades Básicas de Saúde – Marajó, Cruz Alta, Promeca, Vila Real e Cidade Nova II. Além da Farmácia de Saúde Mental e Alto Custo (PoupaTempo da Saúde), Farmácia Judicial (NIR) e CAPS Adulto. O trabalho é realizado por seis farmacêuticos e seis auxiliares de farmácia.

 

 

 

 

Cadastro Único

 

Com a implantação do Moderniza, os cidadãos de Várzea Paulista terão um cadastro único para todos os serviços públicos, inclusive na área da saúde, onde o registro de atendimento da Unidade Básica de Saúde, do atendimento com médicos especialistas e de retirada de medicamentos é interligado. “Teremos um uso mais racional dos medicamentos, e assim, vamos promover a qualidade de vida dos pacientes”, relata Barbara. Confira os benefícios do sistema:

 

Controle do estoque;

 

Combate ao desperdício;

 

Interligação dos sistemas e cadastros.

 

 

 

Medicação

 

 

A Relação Municipal de Medicamentos de Várzea Paulista possui 206 remédios, como antibióticos, anticoncepcionais, hipertensão, diabetes, visão, próstata, etc.