nome da pagina

Prefeitura apresenta à população como será a obra da UBS da Vila Popular

Reunião para explicar sobre a reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde contou com a presença de mais de 100 pessoas

 

Na tarde da última quarta-feira (10), o prefeito Juvenal Rossi, acompanhado dos gestores de Saúde, Obras, Casa Civil e Planejamento e Inovação participaram de uma reunião com os moradores da Vila Popular para explicar como será o trabalho de reforma e ampliação da Unidade de Saúde do bairro e informar como será feito o atendimento médico neste período. 

 

Mais de 100 pessoas participaram do encontro, no qual a população pode esclarecer suas dúvidas e conversar diretamente com o prefeito. De acordo com Juvenal Rossi, o prédio que tem quase quarenta anos, precisa de uma reforma completa, para atender da melhor maneira a população. “Nossa prioridade é melhorar o atendimento básico, para desafogar o atendimento de urgência, garantindo assim, um serviço de saúde mais próximo das casas das pessoas”, diz. “Hoje, depois de muitos anos, Várzea Paulista é um exemplo para as cidades da região. Já reformamos e construímos UBSs – construímos a unidade Cruz Alta e reformamos Jardim Bertioga e Cidade Nova 2; e agora, além do Vila Popular, também vamos levar melhorias a UBS da Vila Real”, informou o prefeito. “Não podemos parar de sonhar o melhor para nossa cidade, e com trabalho sério, estamos mudando a realidade da nossa cidade”, afirma Juvenal Rossi. 

 

 

A gestora de Saúde, Mônica Carvalho falou sobre o importante trabalho realizado pela UBS Vila Popular à população na área de saúde e como a reforma e ampliação, contribuirá ainda mais na realização deste trabalho. “Os principais beneficiados são os usuários, mas para os servidores públicos esta reforma também será muito importante, todos gostam de trabalhar em um local bonito”, falou. “Após a reforma a UBS terá uma sala exclusiva para o atendimento psicológico, social e de enfermagem. Além de voltar a ter uma farmácia para distribuir os medicamentos à população”, explicou a gestora. Para a gerente da Unidade, Claudia Dias, a obra é muito esperada, tanto por pacientes quanto servidores. “A expectativa é grande. Estamos felizes com o trabalho que será iniciado, mas principalmente, por poder oferecera população um serviço cada vez melhor”, destaca. 

 

 

Josué Santana, gestor de Obras e Urbanismo explicou aos presentes, que a UBS da Vila Popular será reformada do piso ao teto, incluindo a troca de toda parte elétrica e hidráulica. Além disso, a obra também contemplará a área de acessibilidade dos pacientes e segurança do local. “Este será um trabalho grandioso e complexo, mas que garantirá a qualidade do prédio por um grande tempo”, ressaltou.

 

 

O gestor de Planejamento e Inovação, David Alexandre, falou sobre a importância da reunião para esclarecer as dúvidas da população e reforçar a transparência do governo municipal. “Somente com transparência e prestação de contas à população será possível combater a corrupção. Hoje estamos aqui para esclarecer a dúvidas de todos vocês e mostrar como o dinheiro público de Várzea Paulista está sendo investido”, explicou David.

 

 

 

Reforma

 

O prédio da Unidade Básica de Saúde da Vila Popular é antigo. Construído na década 80, o prédio sofre há anos com graves problemas de infiltração, tanto na parte superior/cobertura como na parte inferior/piso. Deixando os ambientes com muita umidificação e insalubre. Outro ponto preocupante é o circuito elétrico, com fiação também bastante antiga, aumenta se os riscos de pequenos curtos-circuitos. 

 

As melhorias previstas são muitas. A mais importante delas, segunda a engenheira civil e diretora de projetos da Unidade Gestora de Obras da Prefeitura, Patrícia Bergamo, é o trabalho que será realizado para eliminar as infiltrações. “É um serviço detalhista, vamos enfrentá-lo na raiz do problema. Serão duas partes de atuação: Primeira é a retirada de todo o reboco da parede, com perfuração de 80 cm, nada superficial e no piso, o aprofundamento de mais 40 cm, assim realizarão as obras necessárias para a impermeabilização. Só assim para excluir de vez a umidade que vem do alto e do chão, isso nunca foi feito”, informou a engenheira. 

 

O pacote contempla ainda a troca total da parte elétrica, hidráulica, louças (vasos sanitários, pias), janelas, portas, gradil, azulejos, ferragens e metais. O projeto prevê toda a reforma da cobertura da unidade, com troca total das telhas, rufos, calhas, pingadeiras e o trabalho de impermeabilização da laje com a colocação de uma manta asfáltica. Além da troca geral do piso, adequação do sistema de combate a incêndio, pintura total do prédio, instalação de para-raios e implantação do sistema de segurança interna com instalação de câmeras de monitoramento.

 

 

 

Ampliação

 

E não para por aí. Mais dois consultórios médicos serão construídos, uma sala de acolhimento e a adequação da farmácia. Serão 84 m² de ampliação desde a fundação a construção. O novo prédio será interligado as demais salas de atendimento.

 

“A sala de grupos da unidade atualmente apresenta muita umidade e muitos usuários pedem melhorias neste local, este ponto será atendido e todos os problemas serão solucionados”, destaca a diretora de projetos Patrícia Bergamo.

 

 

 

Mudanças

 

No período da primeira semana de reparos, o atendimento será mantido no local. Entretanto, a partir do dia 29 de abril as consultas médicas serão realizadas na UBS Jardim Bertioga (Rua Acácias Mimosas, 495, Jardim Bertioga), que fica a 1,5 km da unidade, com distância de cinco minutos de carro e 20 minutos a pé.

 

Enquanto isso, o atendimento para curativos, vacinas e demais procedimentos de enfermagem serão feitos na UBS Jardim Buriti (Rua 24 de Outubro, 105, Jardim Buriti), a 2,4 km da Vila Popular, com itinerário de 7 minutos de carro e 31 minutos a pé.

 

A obra é fruto de uma parceria com o Governo Federal, o valor total da obra é de R$ 439.371,97, valor que contemplará toda a reforma e a ampliação.