nome da pagina

Lixo prejudica escoamento das bocas de lobo

Mesmo com a limpeza e manutenção constante, quantidade de sujeira nos bueiros atrapalha a passagem da água, principalmente no período de chuvas

 

Todo lixo que é jogado na rua, mais cedo ou mais tarde, vai parar nos rios e bocas de lobo. A Prefeitura de Várzea Paulista tem uma equipe que cuida da limpeza e manutenção dos bueiros do município e também conta com o apoio de um grupo da Litucera – empresa que faz a limpeza da cidade. O serviço é feito constantemente, mas a quantidade de lixo é superior ao trabalho das equipes, o que atrapalha o escoamento da água, principalmente nesta época de chuvas constantes.

 

De acordo com o engenheiro civil e Gestor Executivo de Planejamento e Projetos da Unidade Gestora de Infraestrutura Mário Nozaki, o trabalho é feito preferencialmente antes do período de chuvas, mas devido à quantidade de sujeira, tem que ser feito frequentemente ao longo do ano. “Além das solicitações vindas através da Ouvidoria e dos vereadores, já realizamos o trabalho em todos os pontos da cidade”, informa.

 

 

O trabalho consiste na retirada da sujeira, do lodo e manutenção da caixa, quando necessário. Entre os itens mais encontrados dentro dos bueiros estão garrafas pet e pneus, mas chegam a itens inusitados como guarda-chuva, mala e até mesmo colchões. “Toda a sujeira que está na rua, uma hora vai para a boca de lobo. Ou a própria população joga dentro dos bueiros. Isso é muito prejudicial para o escoamento da água”, relata Mário. “Precisamos da colaboração da população para manter as bocas de lobo minimamente limpas”, conclui o engenheiro.

 

Como fazer o pedido de manutenção das bocas de lobo?

 

 

A solicitação na Ouvidoria Municipal de Várzea Paulista pode ser feita de quatro maneiras:

Telefone: 4595-0037

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Site da Prefeitura - http://gove.varzeapaulista.sp.gov.br/?pag=600&opt=2

Pessoalmente: De segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas, no Prédio do Facilita. Rua João Póvoa, 97 – Jd. do Lar.