nome da pagina

Unidade de Meio Ambiente cobra providências contra mau cheiro no Córrego Pinheirinho

Na companhia de técnicos da Cetesb, gestor responsável pela pasta foi à fonte do problema para buscar a melhor solução

 

Nos últimos dias os moradores do Jardim Satélite notaram um cheiro estranho no ar, e, nas redes sociais, muitas pessoas questionaram qual seria o motivo disso. Para buscar soluções e encontrar o verdadeiro motivo, desde a última quarta-feira (12), o gestor do Meio Ambiente da Prefeitura de Várzea Paulista, João Lima esteve em contato com os técnicos da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e da Sabesp, companhia responsável pelo abastecimento de água e tratamento de esgoto na cidade, para cobrar soluções imediatas sobre o fim do mau cheiro.

 

O problema se originou em uma obstrução da rede coletora de esgoto da Sabesp, que gerou lançamento involuntário de efluentes de esgoto (de um abatedouro de aves) na calha do Córrego Pinheirinho. O abatedouro iniciou obras de reparo na quinta-feira (13) e na sexta-feira (14) os efluentes voltaram a ser lançados na rede coletora. Obras de melhorias continuaram sendo feitas no local durante todo o final de semana e devem ser concluídas até a próxima quinta-feira (20).

 

 

Toda a água usada no abate das aves passa por uma estação de tratamento onde é removida a grande maioria da carga orgânica (gorduras) e os efluentes seguem pela rede coletora de esgoto até a ETE – Estação de Tratamento de Esgoto da Sabesp (Marginal direita, do rio Jundiaí).

 

Houve a obstrução dessa rede coletora e os efluentes passaram a correr pela calha a céu aberto do Córrego do Pinheirinho. Essa foi a causa do mau cheiro sentido pelos munícipes. “Conseguimos resolver este problema, vamos continuar monitorando toda a rede no local e se encontrarmos qualquer anormalidade, estaremos preparados para resolvê-la rapidamente”, falou João Lima.

 

Caso os moradores continuem a sentir o mau cheiro, devem registrar o fato, nos órgãos fiscalizadores, pelo telefone 4606-8666, ou presencialmente de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas, na Unidade Gestora de Meio Ambiente, na Rua João Póvoa, 97 — Jardim do Lar (prédio do Facilita, 2º andar), ou, na agência da Cetesb Jundiaí, pelo número 4817-1898, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.