nome da pagina

Feira do Jovem Empreendedor encerra ações de programa empreendedor em 2018

Alunos do Ensino Fundamental exercitam empreendimento com venda de temperos, doces, brinquedos e até locação de gibis

 

O Cemeb (Centro Municipal de Educação Básica) Professora Juvelita Pereira realizou mais uma edição da Feira do Jovem Empreendedor, nesta sexta-feira (30). De manhã e à tarde, alunos participantes do programa Jepp (Jovens Empreendedores Primeiros Passos), parceria entre o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a Prefeitura de Várzea Paulista apresentaram e comercializaram, de forma simbólica (preços de R$ 0,50 a R$ 5,00), o resultado de seus trabalhos. Os pais dos alunos que participaram, dos Anos I a V do Ensino Fundamental, puderam conhecer o fruto das atividades feitas ao longo deste ano letivo.

 

Entre os itens vendidos estiveram temperos naturais, imãs de geladeira, quebra-cabeças e gelatinas, sem contar uma inteligente locadora, na qual os clientes puderam locar gibis, pagar para jogar vídeo game ou até mesmo brincar na cama elástica, por alguns minutos. Segundo o gestor municipal de Desenvolvimento Econômico, os produtos tiveram o preço calculado pelas crianças, que colocaram na conta o custo para a produção dos itens e a margem de lucro desejada.

 

 

Iniciativa faz a diferença

 

 

“A gente gosta e está correndo atrás”, assim Valéria Aparecida Franco, da Vila Real, resume sua luta para abrir o próprio negócio no bairro e vender seus bolos de festa e outros doces. A mãe da aluna Kemily Franco, participante da Feira deste ano com a venda de gelatinas, já faz esses produtos para a venda, mas conta viver um processo de idas e vindas por ter que se dividir entre o trabalho formal e o autônomo.

 

Mas agora, após ser muito incentivada pela filha, que também esteve na Feira do ano passado, na escola, e tem aprendido muito sobre empreendedorismo no Jepp, a auxiliar de confeitaria, hoje nessa função em um grande supermercado de Jundiaí, resolveu aprimorar o que já sabia. A profissional está muito motivada e a empreender em seu bairro e se diz muito motivada. “A Kemily Franco sempre me ajuda bastante. Ela é bastante interessada e tem muitas ideias. Minha filha me dá muitas sugestões e me motiva”.

 

 

Para se inteirar sobre como abrir seu próprio CNPJ (cadastro nacional de pessoas jurídicas) e verificar outras informações, Valéria já entrou no site do Sebrae e pretende fazer os procedimentos necessários em breve na unidade do órgão em Várzea Paulista, no Facilita.

 

 

Ricardo Silva, 37 anos, também da Vila Real, participou mais uma vez da Feira, com o filho Miguel, 8 anos, e sempre gosta de prestigiar as ações da escola abertas à participação dos pais. Após locar gibis, o morador da Vila Real elogiou o evento. “Está ótimo, bem organizado”.

 

 

Novos passos

 

 

O Jepp, que hoje contempla 3.200, de seis escolas municipais varzinas, já tem contrato assinado de renovação para 2019, quando passará a atender 4.960 alunos, de oito unidades escolares. Os Cemebs Professor Oswaldo Camargo Pires (Vila Tupi) e Manoel Caetano de Almeida (Residencial Alexandria) passam a contar com o programa.

 

 

Além da escola da Vila Real, que promove a Feira do Jovem Empreendedor 2018, já participam da parceria de educação empreendedora as escolas Prefeito João Aprillanti (Vila Santa Terezinha), Carlos de Almeida (Jardim Promeca), Professora Edite Schneider (Jardim Mirante), Professor João Baptista Nalini (Jardim Buriti) e Anísio Teixeira (Jardim América II).