nome da pagina

Várzea Paulista celebra vida e esperança com o Coral Watoto

Signs & Wonders, que aborda superação, foi apresentado a quase 8 mil pessoas, entre alunos, servidores e outros munícipes

 

Muita dança, músicas animadas e evangelização marcaram esta quarta-feira (12) na Paróquia Cristo Redentor, da Vila Cristo. Pela segunda vez, o Coral Watoto, com crianças órfãs de Uganda, na África, apresentou o número Signs & Wonders em duas sessões, para cerca de 8 mil pessoas, entre servidores, autoridades e alunos, todos municipais, além de paroquianos. O show, regado a muita animação e até ritmos africanos nativos, demonstra ser possível superar dificuldades fortalecer vínculos, na união.

 

Na apresentação, diversos integrantes do grupo, parte da Igreja Watoto, que atua em diversas frentes sociais em Uganda para oferecer dignidade e reinclusão social a milhares de pessoas, esbanjaram alegria em diversas músicas. As canções falam muito do amor de Deus e sua insistência com os seres humanos, além da possibilidade de enfrentar vários medos e superar dificuldades com a ajuda de Jesus Cristo.

 

 

Passagens bíblicas e outras mensagens também foram narradas para a plateia. “Deus é maior que qualquer medo que você possa enfrentar”, assim um dos integrantes do coral incentivou os alunos presentes a buscarem ajuda dele em situações difíceis do cotidiano.

 

Vídeos com resultados do trabalho da igreja, na incrível recuperação de vidas antes fadadas à tristeza e abandono, foram exibidos. Uma das iniciativas destacadas foi o Living Hope (Esperança Viva) que acolhe, especificamente, cerca de 4 mil mulheres vulneráveis do país africano. São casos de mulheres com doenças ou vítimas de tráfico humano, por exemplo. Uma das situações mostradas foi a de uma mulher órfã e fruto de um abuso sofrido por sua mãe. Em uma realidade muito difícil, a filha, já mãe, estava com Hepatite B e recebeu da instituição todo o apoio para receber o tratamento necessário, tem um negócio próprio de costura, aprendeu bem o inglês e sonha ver o filho formado médico.

 

Também foram feitos apelos por novos padrinhos, que podem contribuir com uma quantia fixa mensal por criança. Veja como se inscrever e participar em brasil.watoto.com/doe/apadrinhe. No site, também há informações sobre os demais projetos desenvolvidos pela igreja.

 

 

 

Trabalho aprovado

 

Para o prefeito Juvenal Rossi, a apresentação demonstrou a importância da espiritualidade para a construção de uma sociedade mais justa e feliz. “O que estamos vendo no Rio de Janeiro, por exemplo, é reflexo da falta de Deus. Essas crianças, hoje, deram um exemplo a todos nós, pois passaram por muitas situações complicadas em suas vidas, reflexo de confrontos armados, e só as vemos em louvor, sem reclamar de nada”.

 

 

Em vários momentos do número, Ana Júlia Alves da Silva, 11 anos, do Cemeb (Centro Municipal de Educação Básica) Anísio Teixeira, ficou muito emocionada, mas também dançou e curtiu muito as músicas alegres. “Achei que seria uma apresentação normal, mas essas crianças, apesar de órfãos, vindas de situação difícil, elas têm uma alegria que não cabe dentro de mim. É uma emoção muito forte, difícil de expressar”, explica Ana.

 

A garota já canta em sua igreja, da Assembleia de Deus, quer ser cantora e gostou bastante do espetáculo. Para a aluna, apesar das dificuldades já enfrentadas, as crianças do coral mostraram muita alegria em levar uma mensagem de esperança, com sua evangelização.

 

 

Sobre o coral

 

Watoto significa “crianças” em suaíli (idioma falado em Uganda e outros países africanos). Desde 1994, o coral viaja como um grupo de embaixadores da causa das crianças órfãs e vulneráveis da África. Em Várzea Paulista, o grupo empolgou profissionais da Rede Municipal de Educação, no encerramento do primeiro semestre letivo de 2016.