nome da pagina

Manhã educativa inicia Maio Amarelo 2018 em Várzea Paulista

 

Atividade no Cemeb Arnaldo Netto — Jardim Itália — inclui palestra sobre prevenção de acidentes, dança de alunos acerca da faixa de pedestres e cidade mirim, com sinalização

 

O Cemeb (Centro Municipal de Educação Básica) Arnaldo Netto, do Jardim Itália, sediou uma manhã bastante educativa sobre prevenção de acidentes, nesta sexta-feira (4), como início do Maio Amarelo 2018 em Várzea Paulista. Entre outras ações, o evento incluiu uma palestra sobre prevenção de acidentes, dança de alunos da escola com dicas sobre faixa de pedestre, e até mesmo uma cidade mirim, sinalizada para ensinar os pequenos. A atividade insere a cidade no movimento feito em todo o mundo, ao longo deste mês, para a redução de acidentes no trânsito. No Brasil, o tema é “Nós somos o trânsito”.

 

No início da palestra ministrada pelo agente de trânsito Jason dos Santos, exibiu-se um vídeo impactante sobre a importância de entender o trânsito como algo formado por pessoas que precisam ter suas vidas respeitadas. O servidor explicou porque é importante respeitar o próximo não só neste mês, mas o tempo todo. “Dessa forma, evitamos acidentes que muitas vezes podem matar alguém ou deixa-lo em uma cadeira de rodas”, explicou.

 

 

“Muitas vezes pensamos: por que é necessária uma vaga para cadeirante? Por que um velho precisa ir ao banco? Qual a necessidade de fazer uma faixa de pedestres, apenas para gastar tinta? Temos que mudar esse pensamento”, finalizou.

 

Ao som de Atravessar a Rua, de Xuxa, alunos da unidade escolar tiveram um momento para se apresentar, com educadoras e “semáforos” de papel. Na coreografia, elas dançavam conforme as dicas dadas aos pedestres pela própria letra, como “Tem que parar, olhar o sinal, olhar para um lado e para o outro”.

 

 

Os pais, autoridades municipais e crianças presentes também puderam conhecer a Cidade Mirim Móvel, espaço que simula uma cidade com sinalização de solo e semafórica e a participação do mascote da Unidade Gestora de Trânsito. “Carrocerias” de papel foram usadas pelos pequenos para fazerem o pequeno percurso. A estrutura será levada a outras escolas municipais, de acordo com as solicitações dos diretores.

 

 

Alerta importante

 

 

O gestor municipal de Trânsito, Oseas Martins, afirmou que a campanha do Maio Amarelo visa a modificar a mentalidade dos condutores. “Tudo isso que fazemos é para tentar mudar a forma de pensar das pessoas. Se você já passou por algum acidente, tente relembrar se foi causado foi uma falha mecânica ou humana. 94% dos acidentes são causados por erros das pessoas”, informou. “As empresas automobilísticas estão trabalhando para melhorar a tecnologia, com airbags e outros dispositivos. Nós estamos tentando mudar o pensamento das pessoas”.

 

No município, ainda há um caminho a percorrer, segundo o administrador. “Este ano o novo CTB (Código de Trânsito Brasileiro) completa 20 anos e uma das orientações que mais damos às pessoas é: se vai dirigir, use o cinto de segurança. Mas a principal multa que aplicamos em Várzea Paulista ainda é por falta do uso desse dispositivo”, revelou.

 

 

“Quisemos fazer o ato na creche do Jardim Itália para incentivar nossas crianças a mudarem sua forma de pensar, já que é mais fácil trabalhar essa conscientização com elas”, encerrou Martins.

 

O vice-prefeito e gestor municipal de Educação, Rodolfo Braga, corroborou a ideia de educar os alunos e citou alguns avanços da cidade nesse quesito. “Eu observava a altíssima educação no trânsito em Brasília, onde os motoristas param para os pedestres usarem a faixa, e pensava em como seria bom se Várzea Paulista também fosse assim. Hoje, observamos que, em nossa cidade, o respeito à faixa de pedestre é grande, principalmente na Avenida Fernão Dias Paes Leme. Quando o pedestre sinaliza que vai utilizar a faixa, o condutor já para seu carro. E isso é resultado de trabalhos como este do Maio Amarelo”.

 

 

O coordenador de Educação de Trânsito, Carlos Roberto Ferreira, responsável pela organização das ações na cidade, aproveitou sua fala para explicar conceitos importantes sobre o movimento realizado em todo o mundo, com o intuito de chamar a atenção do mundo para o alto índice de mortos e feridos no trânsito, em todo o planeta. “Maio foi escolhido pela ONU (Organização das Nações Unidas), em 2011, como o mês da década de ação para a segurança no trânsito. O amarelo representa atenção e advertência”, explanou.

 

O vereador Giba Moraes aproveitou sua fala para endossar a importância de trabalhar a educação no trânsito com as crianças. “Este movimento tem que mudar nossa mentalidade”. Isso cabe a cada um de nós”. Também estiveram presentes, entre outras autoridades, o gestor municipal de Planejamento e Inovação, David Alexandre, e o tio Fabiano Lima, presidente da Associação de Transportadores Escolares de Várzea Paulista.

 

 

Outras iniciativas

 

 

Os presentes também puderam receber uma fitinha de braço, com o tema do Maio Amarelo 2018 e uma revista da Turma da Mônica, que traz dicas para uma viagem tranquila. Nas paredes do pátio do Cemeb, há cartazes feitos com a ajuda dos alunos, que trazem desenhos educativos — dicas de trânsito.

 

Ao longo do mês, serão feitas, em datas a serem definidas, as blitz educativas, voltadas a munícipes em geral. Empresas e escolas particulares interessadas em ter palestras da Unidade Gestora de Trânsito podem contatar a pasta, por meio do telefone 4595-4009, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas (falar com Carlos Ferreira).