nome da pagina

Vacina contra a doença está disponível em TODAS as Unidades de Saúde

Imunização é recomendada para toda a população, com pequenas ressalvas; no município nenhum primata teve morte confirmada pela doença; Moradores de regiões com características rurais já receberam a imunização

 

A Prefeitura de Várzea Paulista informa que a vacinação contra febre amarela no município ocorre em todas as Unidades Básicas de Saúde do município, das 7 às 16 horas. Para receber a imunização é necessário que o munícipe esteja munido com a Carteira de Vacinação; quem não possuir o documento receberá em mãos o certificado de imunização.

 

Apesar de não apresentar grandes reações, neste momento, a vacina é contraindicada para pessoas que passam por algum tratamento de quimioterapia, radioterapia, sejam portadores de doenças autoimunes ou façam uso prolongado de corticoides, portadores de artrites e reumatoides, grávidas e mulheres que estão amamentando crianças até 9 meses de vida, menores de 9 meses, além de pessoas de qualquer idade que possuem alergia ao ovo. Antes de receber a imunização, a Unidade Gestora de Saúde de Várzea Paulista pede que as pessoas respondam um pequeno questionário para garantia da eficácia da vacina e segurança do paciente.

 

 

Regiões com características rurais  

 

Funcionários da Unidade Gestora de Saúde de Várzea Paulista realizaram em abril, uma visita casa a casa nos bairros com características rurais, como: Sítio do Mursa, Chácaras São Guido, Chácaras Santa Martha e Jardim Gauchinha. No município até o momento foram encontrados três macacos mortos (Bertioga, vila Santa Terezinha e Cidade Nova II), em todos os casos os exames foram realizados, o primeiro já apresentou resultado negativo para a doença, os outros dois aguardam resposta. Até o momento 10.994 pessoas já foram imunizadas em Várzea Paulista.

 

 

Macacos não transmitem a doença

 

Os macacos não transmitem a febre amarela, eles são vitimas da doença. A febre amarela é transmitida apenas pela picada do mosquito, tanto nas pessoas como nos macacos.

 

Se você encontrar um macaco morto, entre em contato com a Coordenação de Controle de Zoonoses e Vetores, no telefone 4595-8776 ou no endereço Avenida Victório Spinucci, 303 – Jardim Promeca.