nome da pagina

Várzea Paulista recebe Seleção Brasileira de Futebol de Deficientes Auditivas, neste sábado (24)

Cidade será a única na região a receber a equipe que treina para uma competição na Turquia; as atividades começam a partir das 9 horas, no Campo do Jardim Paulista

 

Neste sábado (24), a partir das 9 horas, o Campo do Jardim Paulista sediará um treino aberto da Seleção Brasileira de Futebol de Deficientes Auditivas, durante todo o dia. Várzea Paulista recebe a equipe pela primeira vez. “É excelente ter uma seleção brasileira feminina em nosso município, algo importante para mostrar que essa modalidade tem força. Essas atletas nos dão um exemplo de que é possível lutar pelo sonho de crescer no esporte”, explica o gestor municipal de Esporte da cidade, Tiago Silso.

 

As cerca de 15 jogadoras realizarão o treino como preparação para a 23ª Summer Deaflympics (Jogos Olímpicos de Verão para os Surdos) na Turquia, de 18 a 30 de julho. “A Seleção Brasileira realiza treinos há quatro anos aqui na região e, neste ano, como sou de Várzea Paulista e vou acompanhar a delegação na competição, acordei com o gestor municipal de Esporte do município a vinda da equipe”, explica Claudio Camilio Maroto, vice-presidente da Associação do Clube dos Surdos de Jundiaí, responsável pela intermediação da Seleção com a Prefeitura de Várzea Paulista.

 

O Campo do Jardim Paulista fica na Rua Barretos, s/n – Jardim Paulista.

 

 

 

Região representada

 

Claudio será o delegado do tênis, dentro do grupo de quatro membros da instituição jundiaiense que participarão dos jogos (dois atletas e dois delegados).

 

A competição reunirá diversas modalidades esportivas disputadas por deficientes auditivos do mundo todo.

Saúde de Várzea Paulista realiza projeto que ajuda a prevenir hipertensão, diabetes e colesterol

Grupo de apoio conta com um médico endocrinologista e uma nutricionista; todas as Unidades Básicas de Saúde realizam as orientações.

 

Com cerca de 100 mil óbitos por ano, as doenças cerebrovasculares, como o AVC (acidente vascular cerebral, também conhecido como derrame), são as principais causas de morte no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. Logo atrás aparece o infarto agudo do miocárdio, com mais de 85 mil mortes, seguido pela pneumonia, com 68 mil, e pelo diabetes, que mata mais de 58 mil pessoas por ano no país. Todas essas doenças estão diretamente ligadas à hipertensão, ao diabetes ou ao colesterol ruim alto, ou até mesmo às três patologias ao mesmo tempo.

 

A prevenção e o controle dessas doenças são reconhecidamente os melhores métodos para se evitar mortes, por isso o acesso às informações é de fundamental importância a toda população.

 

O Grupo Educação em Saúde da Unidade Gestora em Saúde da Prefeitura de Várzea Paulista é um importante projeto de palestras e reuniões para a divulgação de informações sobre prevenção das principais doenças causadas por hipertensão, diabetes e dislipidemias (colesterol ruim alto).

 

 

O projeto é conduzido pela médica endocrinologista Dra. Débora Simone Bichara Ratier e pela nutricionista Luana Souza, que passam orientações fundamentais para a prevenção e controle dessas doenças que são crônicas, não têm cura e que se não tratadas corretamente levam à morte.

 

 

Dentre as principais orientações que são passadas estão: a prática de exercícios físicos regularmente; cortar o excesso de sódio (sal) na alimentação, além de ficar atento ao sódio oculto em alimentos industrializados e evitar outros muito gordurosos, frituras e doces. O hábito de fumar também é grande agravador do aumento da pressão arterial, por isso, o indicado é parar de fumar. Outras duas importantes dicas são o de nunca interromper o tratamento sem a orientação do médico e evitar o estresse.

 

Esse trabalho é realizado em todas as Unidades Básicas de Saúde do município. Cada dia uma UBS é contemplada conforme a demanda apresentada nos exames realizados e conforme a disponibilidade da agenda.

 

Para participar, basta procurar a UBS mais próxima da sua casa e verificar quando será a próxima palestra.

Vistoria de vans escolares será realizada em julho

Ação será realizada nos dias 10, 11 e 13 de julho, na Av. Projetada, ao lado da Prefeitura

 

A Unidade Gestora de Trânsito realiza em julho a segunda vistoria do ano, dos veículos que realizam o transporte escolar. A ação será realizada nos dias 10, 11 e 13 de julho, na Av. Projetada, ao lado da Prefeitura.

 

O trabalho, em parceria com o Detran, acontecerá das 8 às 12h e das 13 às 16h. Serão vistoriadas 60 vans por dia. Os condutores que tiverem documentos vencidos precisam apresentar a documentação já atualizada, para que o veículo receba o novo adesivo. Todos os itens de segurança das vans serão vistoriados.

 

 

Prefixos das vans:

 

Segunda – 10/07: prefixo de 01 a 60;

 

Terça – 11/07: prefixo de 61 a 120;

 

Quinta – 13/07: prefixo de 121 a 180.

 

Série A do Campeonato de Futebol Amador começa neste domingo (25)

18 times de vários bairros se enfrentam em duas chaves; novidade será a transmissão ao vivo pela Conquista Web TV 

A primeira divisão do Campeonato de Futebol Amador de Várzea Paulista começa neste domingo, com os oito jogos da primeira rodada. A entrada é franca e a competição promete, segundo o gestor municipal de Esporte, Tiago Silso, responsável pela pasta organizadora do certame. “Este ano, deveremos ter um dos melhores campeonatos de futebol amador entre as cidades de nossa região. O nível técnico tende a ser muito bom, assim como o envolvimento das torcidas. Alguns times contam inclusive com torcidas organizadas”, projeta. 

 

Os times compõem duas chaves, com nove equipes cada. Todos jogam contra todos até 20 de agosto, se as condições de tempo permitirem. Os primeiros quatro classificados de cada grupo formarão um novo bloco de equipes que também jogarão entre si, até meados de outubro. Do novo bloco, os quatro melhores colocados se classificarão para dois jogos de semifinais e duas finais. A ideia é que a competição se encerre entre o final de novembro e o início de dezembro, se não houver adiamentos em razão de chuvas.

 

O Amador deste ano traz uma grande novidade. A Unidade Gestora de Esporte firmou, recentemente, uma parceria com a Conquista Web TV, para a transmissão ao vivo de todas as competições organizadas pelo departamento durante 2017. “Várzea Paulista sai na frente e dá um passo importante na região. É a única cidade, entre esses municípios, a transmitir ao vivo jogos do Futebol Amador”, celebra Silso.

 

Na primeira rodada, dois jogos serão transmitidos em tempo real: Arizona x Espanhol, às 8h30, e Nova Desportiva x Santa Marta, às 13h30. Para assistir a essas partidas e às próximas previstas, basta se inscrever no canal do YouTube ou acompanhar as partidas pela página do Facebook

 

 

 

Locais dos jogos na primeira rodada

 

Chave A: Campo da Vila Marajó - Rua José Rabelo Portella, s/n – Vila Marajó;

 

Chave B: Campo do Jardim Paulista - Rua Barretos, s/n – Jardim Paulista. 

 

 

Equipes e bairros participantes

 

Chave A

 

13 Filhos – Vila Real;

 

American City – Jardim América 2;

 

Arizona – Jardim Promeca;

 

Atlântico – Jardim Paulista;

 

Espanhol – Vila Marajó;

 

Galo de Ouro – Jardim Paulista;

 

Grêmio – Jardim Alessandra;

 

Nova Paulista – Cidade Nova 2;

 

Ponto de Encontro – Jardim Cruz Alta;

 

 

Chave B

 

Favela – Jardim América 3;

 

Geração – Vila Real;

 

Guarani – Parque Guarani;

 

Londrina – Parque Guarani;

 

Nova Desportiva –Cidade Nova 2;

 

Primus – Jardim Paulista;

 

Santa Marta – Chácaras Santa Martha;

 

Real Bertioga – Jardim Bertioga;

 

União da Vila – Cidade Nova 2.

 

 

Próximos campeonatos

 

Segundo o gestor municipal, outras competições estão previstas para este ano, como as de futevôlei e futsal masculinos, além do futebol de campo feminino. Todas as disputas também contarão com transmissões ao vivo. 

 

Moradores da Vila Real demonstram gratidão e comemoram obras no bairro

Munícipes elogiam chegada do pavimento e se mostram otimistas com o novo aspecto que as vias passam a ter, graças aos trabalhos de reurbanização

 

Os diversos trabalhos de reurbanização da Vila Real representam mais do que meros serviços estruturais. Vários moradores de locais com benfeitorias em andamento fazem questão de expressar a alegria de verem suas ruas receberem melhorias como pavimento e guias. No entender desses munícipes, os avanços significam o atendimento a antigas demandas do bairro e a chegada de novas perspectivas, com melhores condições de tráfego e mais qualidade de vida.

 

 

Migrantes contentes

 

Bastante íngreme, a Rua Assunção, que já conta com 40% dos trabalhos de pavimentação e drenagem feitos, tem muitos moradores migrantes de vários estados brasileiros. Uma das mais animadas com as melhorias históricas na via é a paranaense Carmem Torres, 52 anos (à esquerda). Vinda da cidade de Maringá, a dona de casa mora no local há 15 anos e vive no bairro desde 1985. Ela tomou a iniciativa de comprar um caminhão de concreto e lançá-lo sobre a via em 2006, para que os moradores conseguissem ao menos trafegar a pé pela área com mais segurança. “Antes de fazer essa concretagem, era feio aqui. Havia crateras. Aí eu optei por jogar esse concreto na rua e outros moradores completaram um pouco o trabalho, em áreas próximas às suas casas, mas ainda não era a situação realmente esperada”, conta. 

 

Quando a via, que ganhou ligações de esgoto há três meses, começou a receber pavimento, há algumas semanas, o espaço ganhou um novo horizonte, segundo a satisfeita moradora. “Essa nova pavimentação realmente nos dá muitas vantagens, não só para a vinda de carros, mas também para caminharmos a pé. O pessoal todo está animado, inclusive para fazer as calçadas”, afirma Carmem. “Nem terminou e já está bom”, comemora.

 

 

Amara Estevam (à direita), 59 anos, é outra moradora da Rua Assunção bastante contente com as benfeitorias no espaço. Vinda de Maceió, a alagoana reside no local há 20 anos. “Antes não descia nem ambulância aqui, mesmo com o concreto existente anteriormente”. A copeira aposentada afirmou que as mudanças são históricas. “Faz muito tempo que estamos esperando esse trabalho”.

 

 

Consciência comunitária

 

Severina Maria da Silva Lima, 47 anos, é moradora da Vila Real há 37 anos e, desde 2003, vive na Rua Pongaí, onde estão sendo construídas as guias e a pavimentação deve ser finalizada até o final da semana que vem. A dona de casa fez questão de mostrar seu contentamento com as benfeitorias que o espaço tem recebido. “Isso está sendo uma maravilha, algo muito bom para nós, moradores. Esperávamos isso há muitos anos e agora está se concretizando”, comemora.

 

 

A participação popular será muito importante, na avaliação da moradora, para a manutenção das boas condições do local. “Espero que cada um faça sua calçada e coloque o lixo na rua, nas datas corretas. A Prefeitura está fazendo a parte dela e agora precisamos fazer a nossa”.

 

Severina espera um dia poder fazer inclusive o pagamento dos impostos, inclusive, quando for possível regularizar as ruas do bairro. “Só temos a agradecer. Faz tempo que esperamos essas melhorias e tudo está ficando maravilhoso”, conclui.

 

 

Ivan José, 37 anos, que reside na via há mais de 10 anos, com a mãe e o pai, destaca a importância da conquista em curso. “Com a via pavimentada, será possível que a ambulância entre aqui e, assim, poderemos socorrer quem precisar da forma adequada. Com o espaço pavimentado e a construção das guias, não entrará mais poeira do chão de terra em nossas casas, o que às vezes causa até problemas respiratórios. Essas mudanças deixarão todo mundo satisfeito”, declara.

 

 

 

 

Transformação 

 

Desde o início de março, a Prefeitura gerencia intervenções históricas em vários pontos do bairro que poderão permitir a regularização fundiária de suas construções. Diversas vias recebem trabalhos de pavimentação e drenagem. O pavimento (última etapa da reurbanização de cada via) já foi concluído em três Ruas: Jataí, Campo Mourão e Cardeal.

 

 

A canalização parcial do córrego da Rua Ilha Bela deve ser concluída em um mês e há outros trabalhos de drenagem significativos dentro do grande pacote de obras contratado, como a escada hidráulica da Rua Gardenias, já terminada.

 

O acordo com a construtora, assinado em 25 de janeiro, prevê, entre outras ações, pavimentação e drenagem em 36 vias, quatro muros de arrimo e nove escadas hidráulicas. O valor total para essa etapa da reurbanização é de R$  9.164.234,87, resultante de um contrato do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) - Governo Federal. 

  

Sub-categorias