nome da pagina

Educação no trânsito em contato com a arte do teatro

Em Várzea, peça ‘Criança Prudente, Adulto Consciente’ dá lições de cidadania e segurança

Nessa quinta-feira (27), alunos de escolas da rede municipal assisti-ram à peça ‘Criança Prudente, Adulto Consciente’, do ‘Projeto Estrada para a Cidadania’, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Edu-cação e o grupo CCR – concessionária Autoban.

A iniciativa tem como objetivo educar as crianças para o trânsito, pri-orizando temas, como cidadania e segurança.

A peça de teatro abordou a importância do cinto de segurança, das cores do semáforo, as funções das ferramentas utilizadas nos carros e os perigos da alta velocidade. Coleta seletiva, meios de transporte e respeito às diferentes opiniões também foram temas ensinados às crianças de maneira interativa. Os alunos participaram cantando e respondendo a perguntas do jogo feito entre meninos e meninas. 

O secretário Municipal de Educação, Luciano Braz de Marques, esteve presente, subiu ao palco para ajudar os garotos e ganhou um ponto para seu time. “Este teatro é uma maneira diferente de interagir com as crianças sobre a questão da segurança no trânsito, através do viés da cidadania e da educação”, explicou.

As alunas Tauane Rodrigues, Letícia da Silva e Bruna Correia, de 10 anos, estudantes da EMEF Anísio Teixeira, adoraram a história da pe-ça. “Achei bonita e engraçada. Aprendi que devemos usar o cinto de segurança e a ter paciência quando estivermos dirigindo”, comentou Tauane. Já Letícia lembrou o significado das cores do semáforo. As três meninas querem ser motoristas e se comprometeram a tomar todos os cuidados aprendidos com a peça. “Quando eu dirigir vou fa-zer tudo o que aprendi hoje”, complementa Bruna.

A coordenadora do projeto em Várzea Paulista, Sheyla Merlin,   a-crescentou que os alunos, ao participarem de programas como este, passam a colocar em prática as lições que aprendem. “As crianças adoram este tipo de projeto, elas interagem, prestam atenção. Per-cebemos isso quando elas cobram o que aprendem dos pais, como usar o cinto de segurança, a andar mais devagar”, resume.

Os estudantes participarão do concurso ‘Arte na Estrada’, que premi-ará um aluno e sua escola. As crianças poderão fazer redações ou de-senhos. A seleção dos melhores será dentro das escolas e depois en-tre os municípios. O ganhador será premiado com um notebook e a escola relacionada, um computador.


Projeto Estrada para a Cidadania

A secretaria Municipal de Educação, parceira do grupo CCR – conces-sionária Autoban – através do projeto, promove a educação no trân-sito a 1,4 mil alunos da 4ª série da rede municipal.

São 51 professores envolvidos, que participaram de uma oficina de contação de histórias com o arte-educador Ronnie Corazza e continu-arão a receber capacitação sobre como devem desenvolver o conteú-do do material fornecido pela Autoban para os alunos.

O programa segue durante todo o ano letivo.